8:02Tchau bolivarianos queridos

A Venezuela, de Nícolas Maduro, e o Equador, de Rafael Correa, decidiram retirar diplomatas do Brasil logo após a confirmação do impeachment de Dilma Rousseff. A Bolívia, de Evo Morales, demonstrou intenção de chamar o seu embaixador, mas ainda não cumpriu a promessa. Na visão otimista de um curitibano venenoso do Centro Cívico, adepto do neoliberalismo, a notícia causou euforia: “O bolivarianismo está definitivamente deixando o nosso país. É a melhor notícia depois do impeachment”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>