20:46Risco de afogamento

Guru que já trabalhou em muitas campanhas, sempre no andar de cima, mas discretamente – e nos bastidores, acha que a frase infeliz de Greca colou de tal forma negativamente, que até o candidato perdeu o rebolado, como se viu no pedido de perdão atrapalhado e onde apareceu sem a força da comunicação que, inegavelmente, tem. O estudioso e conhecedor das ondas que carregam votos, arrisca: “Mais uns dias e o ” cheiro e o vômito” podem afogar tudo que ele tinha conseguido até ser chicoteado pela própria língua na PUC”. A teoria é simples: “As turmas do Batel (a que Greca pertence) e da classe média alta, provavelmente têm o mesmo pensamento, mas não falam. A da periferia, o povão, recebeu e sentiu o soco porque, mais que o cheiro do vômito, as palavras inesperadas atingiram todos os pobres, ou seja, os que decidem eleição”;

3 ideias sobre “Risco de afogamento

  1. Deonilson

    Que falta absoluta de assessoramento. A vaidade e a soberba tomou conta do candidato por força de seu crescimento mas pesquisas e ninguém puxou o freio de mão ( ou melhor, da boca ) do candidato. Tivesse ele orientação, não teria cometido esse suicídio eleitoral.

  2. Ivan Schmidt

    Nunca dantes na história de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (proibiram sua entrada na PUC naquele depoimento fatídico?), 45% das intenções de voto do povão fizeram a empáfia de candidato a cargo majoritário na província, tornar-se algo tão repelente a ponto do indigitado botar os pés pelas mãos, ou vomitar tamanha asneira sobre o bodum do “pobre”, que provavelmente jamais tenha entrado em seu automóvel…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>