14:47Perguntas

Do Analista dos Planaltos
O ataque a tiros contra a caravana do ex-presidente Lula é notícia para dias, semanas ou meses. Vai ser assunto da eleição presidencial. Hoje, todo mundo lamenta e condena o ato, com razão. Mas também tem gente que estranha o fato, principalmente por causa do local onde ocorreu. Quedas do Iguaçu abriga o maior agrupamento de sem terras do Brasil. Fica ali o assentamento Celso Furtado, que tem 1.100 famílias do MST. Ao todo, orbitam na área cerca de 10 mil pessoas que poderiam ser consideradas do exército do Stédile, entre soldados e oficiais de alta patente. Por que, então, o ataque ocorreria ali, na antessala desta turma? Seria o autor um desavisado ou ação foi proposital, para amplificar a confusão?

4 ideias sobre “Perguntas

  1. Casemiro Brandão

    Parece o atentado ao ex secretário de segurança do Paraná, Candido Martins de Oliveira, no centro de Curitiba
    1995
    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1995/11/24/cotidiano/13.html

    O secretário da Segurança Pública do Paraná, Cândido Martins de Oliveira, 55, sofreu um atentado a tiros em Curitiba, por volta da 0h30 de ontem, quando ia para sua casa.
    Um carro de porte médio, possivelmente um Monza, segundo ele, entrou na contramão, em uma rua de seu bairro, e “fechou” o Omega do governo que levava Oliveira.
    Munidos de revólveres, sem descer do carro, os atiradores dispararam várias vezes contra o Omega. Três balas acertaram o pára-brisa, uma a porta do motorista e duas a porta traseira.
    Nem Oliveira -que estava no banco dianteiro do passageiro- nem o motorista, Odivonzir Lemes, foram atingidos.
    O secretário tentou reagir. Saiu do carro e, deitado no chão, disparou vários tiros. Cinco atingiram o próprio Omega.
    O assessor de Oliveira, Haroldo Lopes Jr., disse ontem à tarde à Agência Folha que o secretário estava “esgotado” e que “não tinha condições de dar entrevistas”, mas contou a descrição que o secretário fez para o atentado.
    Segundo Lopes Jr., o secretário disse suspeitar de “alguma revanche de quadrilhas de tráfico de drogas ou roubo de veículos”, que têm sido combatidas em sua administração.

    2000

    https://www.folhadelondrina.com.br/politica/ex-delegado-critica-secretario-candinho-267300.html

  2. Célio Heitor Guimarães

    É isso aí, Casemiro. Não sei porque, mas também lembrei-me da história do Candinho na hora!

  3. Oto Lindenbrock Neto

    Também tem o “atentado” que o Rossoni diz ter sofrido quando era presidente da assembleia legislativa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>