15:23O MP/PR e a lei de Renan Calheiros/Roberto Requião

O Ministério Público do Paraná informa:

Projeto de Lei do Abuso de Autoridade coloca em risco atuação do Ministério Público no combate à corrupção

Está em trâmite no Senado Federal projeto de lei que tipifica os crimes de abuso de autoridade. Embora se proponha a coibir excessos praticados por agentes públicos, na prática, se aprovado da forma como está proposto, o dispositivo pode restringir o trabalho de promotores e procuradores, juízes e desembargadores de todo o país e dificultar a atuação do Ministério Público e do Judiciário no combate à corrupção. Com isso, investigações como a Lava Jato, do Ministério Público Federal, e a Operação Publicano, do Ministério Público do Paraná, por exemplo, podem ser prejudicadas.

Para falar sobre esse tema, recebemos o promotor de Justiça Fernando da Silva Mattos, do Ministério Público do Paraná, que acompanha em Brasília as discussões sobre o projeto de lei. Clique aqui para baixar e aqui para ouvir o programa (material com 15min43s).

O MPPR também participa de uma campanha nacional para conscientização a respeito do projeto de lei (saiba mais aqui).

5 ideias sobre “O MP/PR e a lei de Renan Calheiros/Roberto Requião

  1. TOLEDO

    Esta mais do que na hora, desses piás do Ministério Publico receberem um freio de bom senso.
    Claro que alguns tem bom senso, mas muitos são Concurseiros como o Moro . Vejam o Colubiazol e Careca Albino fazendo auto propaganda de moralidade. Eles são Batistas e se acham os enviados e ungidos a salvar a moral.

  2. Sergio Silvestre

    Esses espertos cometem abuso com nosso dinheiro,um mauricio desse ganhar até 100 mil por mes é abuso de paciência do trabalhador brasileiro,em tempo,tem procuradorias que esses nababos começam trabalhar depois das 13.30 horas.

  3. jose

    Silvestre, errou de novo, o mauricio ficou de fora da farra; o irmão dele (mais um da sua coleção de estimação) não conseguiu emplacar ele no tribunal de contas do Paraná…

  4. Franco

    MP e Magistrado ganhando mais de 100 mil? Em que país? É desinformação ou o que?

    Depois que essa gente “moralista”, representado pela maria louca sem nobreza, disse ser “absurdo” um juiz “interpretar a lei”… nada mais me surpreende… É muito grave..

  5. Ademar Luiz Vieira

    Nunca votei e nem voto no Requião.
    Analisando friamente e sem interesse desse ou daquele, a proposta do senador Requião é bastante interessante.
    Vai fazer com que tanto o MP como Judiciário a termais atenção nos casos por eles analisados do que ficarem se mostrando nos noticiários como bons mocinhos .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>