11:55Matsubara no tempo errado

Ao ver transações estratosféricas – e outras nem tanto, mas de muita grana, a família Matsubara, de Cambará, reforça a certeza de que sua escola de formação de craques, que chegou a ter 200 jovens promessas do Brasil inteiro, foi criada um pouco antes do tempo. A ideia, na época, era simples: uma jovem revelação vendida daria para sustentar tudo durante um bom tempo. Se fosse hoje, onde qualquer jogador meia-boca é vendido por uma fortuna, o dinheiro seria suficiente para bancar a “fábrica” de boleiros durante anos. Segundo um dos cabeças do Matsubara, que disputava a Campeonato Paranaense, só o fato de o time aparecer na loteria esportiva já compensava o esforço. Pensavam pequeno os japoneses do Norte do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>