11:13Imagem é tudo

Do enviado especial

O prefeito Marcelo Belinati (PP) está preparando sua equipe de marketing político com esmero pois contratou, pela empresa de telecomunicações Sercomtel, a jornalista Carla Sehn, que chefiou a Comunicação Social da então vice-governadora Emília Belinati, tia de Marcelo, e o ex- diretor executivo do grupo RIC Record, Luciano Kuhl (também ex-gerente comercial da Folha de Londrina). A administração Belinati já teve dissabores na queda de dois secretários municipais: o de Meio Ambiente (advogado Camilo Vianna) e da Cultura (músico Clodoaldo Moraes). Também carrega  a recomendação do Ministério Público Estadual para a demissão do secretário de Saúde, médico Luiz Khoury, por não ocupar o cargo em tempo integral como determina a lei orgânica da Saúde. Pelo andar da carruagem a nova equipe vai ter muito trabalho pela frente.

 

10 ideias sobre “Imagem é tudo

  1. gazetinha

    http://www.pacocacomcebola.com.br/geral/mp-chega-chegando-e-puxa-a-orelha-de-belinati/#comments

    Já vai para o quarto logo, logo:

    http://www.pacocacomcebola.com.br/geral/presidente-da-cmtu-x-sociedade-rural-do-parana-conflito-de-interesses/

    http://www.pacocacomcebola.com.br/geral/presidente-da-cmtu-moacir-sgarioni-disse-que-nao-ve-problemas-em-ser-ao-mesmo-tempo-diretor-da-sociedade-rural/
    Comentario:
    A equipe do Prefeito não conhece a Lei Orgânica do Município! Se a Sociedade Rural possuir relações com o município há impedimento sim. Pô esse povo não tem assessoria jurídica?

  2. Andre

    Oi Zé Beto, cuidado pra não perder credibilidade. Os secretários que vc diz que saíram sequer foram nomeados. Foram apenas cogitados para o cargo. Cuidado com o que os corneteiros te passam. O limite entre boateiro e jornalismo é muito tênue. Abração a você, que Deus continue te abençoando

  3. Café no Bule

    Os aplausos de ontem
    Acordei pela manhã cheio de esperança, naquela época meu ordenado não me permitia muitos luxos, mas coloquei minha camisa e meu sapato de discoteca, afinal de contas, o evento prometia ser grande. Todos nós haviamos sido convidado para o evento que mudaria para sempre a nossa empresa! Nos corredores o clima era de euforia. No palco uma mesa grande, uma faixa enorme dizia “Parceria Estratégica” , lembro do belo símbolo da gestão municipal; uma flor. A expressão “Cidade de Londrina” estava decalcada em branco sobre o fundo azul. Via-se ainda a reluzente logomarca da Sercomtel, do Governo do Estado e da Copel. Na mesa decorada com flores, as falas eram efusivas, os apalusos seguiam o ritimo dos discursos, participavam da solenidade o prefeito de Londrina, Antônio Belinati, o presidente da Sercomtel, Rubens Pavan, com o seu terno italiano e a barba meticulosamente aparada, o presidente da Copel, que hoje nem mais lembro o nome, o Governador da época, a vice-governadora, Emília Belinati, e outras autoridades. A promessa há vinte anos atrás era de parceria estratégica, de fibras ópticas por todo o estado, de crescimento e pujança! Ao final do evento, o ponto alto, o “Seo” Antônio anunciou um aumento salarial para os “valorosos” servidores da Sercomtel, o auditório veio abaixo, com gritos e aplausos, não sabiamos que ali se concretizava o maior escandalo de corrupção da nossa ciadade, e que nos faria andar cabisbaixo, justo no início dos anos 2000, o milênio da tecnologia. Acordei novamente no dia 17 de janeiro, não coloquei a melhor roupa, usei a do dia a dia mesmo, dirigi-me ao auditório sem a esperança de outrora, e ouvi os mesmo discursos, as mesmas esperanças, agora com sentido “vazio”, a mesma história dos grupos, aliás, todo gestor adora nos reunir em grupos com a tarefa de encontrar uma solução para a empresa, com a advertência de que o custo deve ser o minímo possível, com o mais rápido e garantido retorno, nos lembram a todo instante que não podemos errar, quando a Apple errou milhares de vezes, até acertar uns poucos produtos que fizeram o seu sucesso. A mesma história do corte de custos, já cortaram o café, a segurança, as pessoas, agora querem cortar até a esperança. Eles não sabem que a simples emissão de uma passagem para uma reunião importante na Anatel é analisada pela diretoria financeira, cuja primeira pergunta é: você não poderia participar por audioconferência??? Se eu solicito a passagem é porque a reunião é presencial, ora bolas. O que me entristece é ver pessoas que vi no primeiro evento voltarem como assessores, me pergunto, seremos novamente utilizado como instrumento de propaganda institucional governista??? Ou controle social da mídia???
    (http://www.zebeto.com.br/imagem-e-tudo/#.WHjUlMvJ3qA ).
    No fundo, eu queria ser surpreendido, bem no fundo, eu tinha “a” esperança, pois a Sercomtel é tudo pra mim e minha família, eu queria ouvir propostas concretas, queria ouvir frases assertivas sobre a empresa e o setor de telecomunicações, mas não, ficamos nos discursos efusivos e bem construídos do passado. Mas aqui dentro, algo me diz, que eu e meus colegas vamos atravessar mais uma gestão, pois somos Mais Sercomtel, somos a Família Sercomtel, somos resilientes, e no final sobreviveremos, de uma forma ou outra, sobrevivemos.
    (Servidor anônimo)

  4. gazetinha

    O PERSONAGEM ANDRÉ PODERIA REVISAR SUA POSTURA DE PUXA SACO DOS BELINATIS:
    - OS TRES FORAM DEMITIDOS EM LONDRINA
    DOIS DE CULTURA E MEIO AMBIENTE NEM CHEGARAM A SENTAR NA CADEIRA, DEPOIS DAS DENÚNCIAS.
    E O MÉDICO ADAPTOU-SE AO MANDA CHUVA DO MINISTÉRIO PÚBLICO, SENDO QUE ‘ABANDONOU’ O CONSULTÓRIO E FICOU ‘SÓ’ NA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE.

  5. Diego

    Essa indicação é dos Barros. Marcelo deve odiar a Sercomtel, pois deu de bandeja boa parte da empresa ao Canziani, agora o resto está entregando ao Barros. Ja deve ate ter marcado data para o pregão…

  6. Fim da picada

    Cheida começou a vender a SERCOMTEL, tio Bila vendeu 45%, agora o sobrinho sob influência de Canhada (que tem pouco apreço pela empresa) vai vender o que restou desta que foi o grande orgulho dos Londrinenses. Com relação aSERCOMTEL Contact Center, me parece que vai trocar 06 Por meia-dúzia. Agora entendo a briga da família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>