17:31Gleisi Hoffmann: “Vamos ganhar a Copa e ganhar com a Copa”

Da assessoria de imprensa da senadora Gleisi Hoffmann

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi à Tribuna do Senado, nesta quarta-feira (28), para defender os investimentos realizados para a Copa do Mundo e rebater as críticas de que o evento tirou dinheiro de áreas essenciais do país. Gleisi citou que desde 2010, quando as obras dos estádios começaram, o governo federal já investiu R$ 825 bilhões de reais em saúde e educação. “Isso significa 100 vezes mais. E não podemos esquecer que o financiamento federal dos estádios vai voltar aos cofres públicos”. Os investimentos nas cidades-sedes da Copa, informou, chegam a R$ 25,6 bilhões.

Gleisi ressaltou que os investimentos que o país está recebendo por meio do PAC da Copa, deixarão um grande legado para a população na área de mobilidade urbana, com a modernização de aeroportos, segurança, telecomunicações e turismo, além de políticas públicas potencializadas pelo evento, de energia, qualificação pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec) e hotelaria.

 

Além disso, prosseguiu, o evento vai gerar 700 mil empregos e atrair 600 mil estrangeiros, que depois vão divulgar o Brasil para o resto do mundo. “Cerca de 3 milhões de turistas nacionais também estarão circulando pelas cidades-sede. Eles vão movimentar cerca de 25 bilhões de reais”.

 

Em Curitiba, segundo Gleisi, são mais de 10 intervenções previstas de mobilidade urbana devido à realização da Copa e algumas delas já repercutem positivamente no dia a dia dos curitibanos, como é o caso do Corredor Marechal Floriano Peixoto, que liga Curitiba a São José dos Pinhais, ou o Corredor Aeroporto – Rodoferroviária. “Isso sem falar nas melhorias promovidas no próprio aeroporto Afonso Pena. Aliás, foram investidos R$ 6,2 bilhões na modernização e ampliação dos aeroportos nas cidades-sede o que significará a elevação de 81% da capacidade de recepção de passageiros”, destacou, citando outros  benefícios como R$ 1,9 bilhão em segurança, com investimentos em integração de sistemas, em inteligência, nos pontos de entrada do país e em 14 Centros Integrados de Comando e Controle.

 

Na área de telecomunicação foram investidos R$ 400 milhões em expansão da rede de fibra ótica estatal (Telebras) e em modernização de procedimentos e fiscalização da Anatel. No turismo houve expansão da infraestrutura e investimento em qualificação através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec Turismo) num total de R$ 196 milhões. “Vamos ganhar a Copa e ganhar com a Copa” , afirmou.

 

Segundo Gleisi, a expectativa é que a Copa do Mundo acrescente mais R$ 30,0 bilhões ao PIB, valor superior ao total de R$ 25,6 bilhões incluídos no plano de investimentos das cidades-sede e muito maior do que o gasto de R$ 8,0 bilhões com estádios. “A Copa está aí e isso significa a oportunidade histórica de mostrar ao mundo a capacidade e a hospitalidade do nosso povo. Sem complexo de vira-latas, mas com alegria, urbanidade e boa educação. Como disse Nelson Rodrigues sobre o Brasil: “Este país é uma descoberta contínua e deslumbrante”.

8 ideias sobre “Gleisi Hoffmann: “Vamos ganhar a Copa e ganhar com a Copa”

  1. juca

    Pô quanta coisa, dá até para ficar sem folego e acreditar que tudo é verdade. Alguém poderia dizer num hora dessas, ” nunca neste pais e em tempo algum, uma senadora e mais especificamente a senhora Gleisi falou tanto”, Isso é algo para guardar com carinho porque voltará na época da campanha, sim porque agora ela nem está fazendo campanha antecipada. Mas enfim e resumindo, a atenção à saúde vai melhorar, e a educação, a segurança vai ficar aceitável, não teremos mais assaltos e tiros nos morros do Rio….

  2. jar

    Depois de tudo que a Senadora falou só podemos deduzir uma coisa: Ela deve ter recebido instruções do espírito da Mãe DINÁ. Vá ser pitonisa assim na casa do,,,, da, …da mãe joana.

  3. sergio silvestre

    A saúde e a educação melhora se os pais derem educação para seus filhos,a saúde melhora se o brasileiro fazer a saúde preventiva e limpar suas vasilhas e seu ambiente que vive.
    O que se nota é que o brasileiro que não paga um plano de saúde só vai aoa medico quando a doença está cronica e ai fica pentelhando para ser curado imediatamente quando os hospitais e postos de saúde estão abarrotados.
    Como é a saúde em Portugal,França etc,muito boa mas com um povo educado que paga pela sua saúde e muito caro por sinal..
    Se o brasileiro mudar seu habito e entrar nas consultas programadas bem antes da doença se instalar vai ter sim uma boa saude e o SUS é o maior programa de saúde previdenciária do mundo,
    E A copa?Bem a copa vai ser a guerra da secessão,e como sempre o norte vai vencer.

  4. Leandro

    Foi escrito nesses comentários algo que “nunca antes nesse país” alguém disse: Que a população é a única responsável por não ter saúde. Ora. quanta e santa ignorância. Tenho certeza que o signatário do comentário deve estar vendo muito filme e livros de Agatha Crhistie, aqueles que sempre aparece o famoso inspetor Hercule Poirot que desvenda os crimes e o culpado, onde não raras veze é o mordomo. Então o mordomo aqui é o povo!!

  5. sergio silvestre

    A um certo tempo ,aqui numa pracinha no fim da av Rio de Janeiro estava perdida no mato e uns programas sai sangue daqui de Londrina metiam a boca no prefeito o porque daquele mato a mando dos moradores que moravam no entorno da praça e todos da classe a,inclusive com algumas grandes clinicas.
    Se fosse dividir para os moradores não dava 25m2 de área para cada um,até que um dos moradores resolveu ajardinar a sua parte.Ai caiu a ficha de todo mundo,hoje eles tem quase um cartão postal de tão bonitinha que ficou a praça.
    Logo cai a ficha de muitos aqui,inclusive quem não diz coisa com coisa e fica pentelhando quem comenta verdades .

  6. leandro

    Tudo bem se Sergio, então mais uma vez você mesmo comprova de que a população não é culpada de nada e sim vítima de má gestão e outras ” coisitas” mais .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>