10:23Fruet pede para Richa se explicar sobre funcionários públicos na campanha de Greca

Da assessoria de imprensa do PDT

Governo do Estado terá que dar explicações sobre funcionários públicos na campanha de Rafael Greca

O governador Beto Richa (PSDB), principal apoiador da candidatura de Rafael Greca (PMN), terá que dar explicações sobre as férias e licenças concedidas a funcionários efetivos e comissionados do Governo do Paraná por suspeita de atuação em massa na campanha do aliado. Para isso, a coligação Curitiba Segue em Frente (PDT/PV/PTB/PRB/PPS) protocolou nessa segunda-feira (19) um pedido na Justiça Eleitoral para que o Governo do Estado forneça as informações para que possa haver fiscalização e evite-se o abuso do poder político nessa eleição.

Segundo informações divulgadas pela imprensa, o Governo do Paraná prepara a concessão de licenças e férias para que cerca de quatro mil servidores concursados e comissionados sejam afastados das funções públicas e possam atuar na campanha de Rafael Greca.

“Há, portanto, inúmeros indícios documentados por veículos de imprensa local que apontam a ocorrência de um amplo esforço do governo estadual em disponibilizar seus funcionários públicos na reta final do período eleitoral para a campanha do candidato Rafael Greca (…)”, explica a ação.

A ação requer a concessão de liminar com prazo de apresentação da documentação em até 48 horas com o acompanhamento do Ministério Público Eleitoral. “(…) O Estado do Paraná seja obrigado a apresentar em juízo em 48 horas a relação identificada de servidores públicos estaduais estatutários ou comissionados em licença ou gozo de férias nos meses de agosto e setembro de 2016, incluindo a informação quanto a data de afastamento e a data prevista de retorno, determinando-se, caso necessário, a adoção de medidas indutivas, coercitivas, mandamentais ou sub-rogatórias para que o documento seja exibido (…)”

Para isso, a coligação apresentou uma Ação Cautelar de Exibição de Documentos para que os atos de concessão de férias e licenças sejam fornecidos brevemente para que a atuação desses funcionários possa ser fiscalizada e judicializada, em caso de comprovação de dispensas em grande número. “(…) o planejamento e desenvolvimento meticuloso de estratégia eleitoreira pelo governo estadual de utilização em massa de seus servidores públicos comissionados em favor de determinada candidatura neste município pode, eventualmente, configurar abuso de poder político e de autoridade a partir da análise objetiva de todos os dados e informações relacionadas às licenças e concessão de férias aos referidos servidores neste período sensível.(…) Ressalte-se ainda que não é possível realizar a consulta dessas informações nas páginas do diário oficial do Estado do Paraná ou Portal da Transparência pois as férias dos servidores do Executivo, em geral, não são publicadas.”

 

 

 

2 ideias sobre “Fruet pede para Richa se explicar sobre funcionários públicos na campanha de Greca

  1. neto

    Só rindo, os funcionários públicos da prefeitura ou do estado, votam em quem eles querem.
    Acreditar que tiram férias para se dedicar a alguma campanha, é acreditar em Papai Noel Verde.

  2. leandro

    Nem precisa procurar, tem gente que nem aparece faz muito tempo no Governo do estado, em várias de suas empresas, tipo de habitação. Também em alguns municípios da região metropolitana.
    Só o governador não sabe disso !!!!! ou seria ??????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>