15:05Denúncia grave na disputa para reitor da UFPR

Do enviado especial

Uma grave denúncia pode definir os rumos da eleição para reitor  da Universidade Federal do Paraná. Durante um concorrido debate ocorrido na noite de segunda feira, na Reitoria, o candidato Marcos Sunyé perguntou ao adversário, Ricardo Marcelo, por que não publicou suas fichas financeira e funcional provando que é Ficha Limpa. Ricardo Marcelo é Procurador Federal cedido para a UFPR e não havia revelado que foi punido em um Processo Administrativo, junto à Advocacia Geral da União, por exercício de advocacia privada – proibido para Procuradores.  As Universidades Federais recebem verbas públicas e os reitores que assumem a gestão destes valores têm que atuar com transparência. A UFPR, por exemplo, recebe a bagatela de R$ 1,3 bilhão por ano. Orçamento maior que 95% dos municípios paranaenses. Pena. A universidade deveria ser um exemplo a seguir.

http://aufprquequeremos.online/2016/09/20/punido-em-processo-disciplinar-ricardo-marcelo-usou-ufpr-como-argumento-para-advogar-em-1800-acoes/

Uma ideia sobre “Denúncia grave na disputa para reitor da UFPR

  1. Zé Povinho

    Esperar transparência e honestidade dos professores da nossa centenária Universidade é um exagero, o que deveria se pedir era a ficha de filiação dos candidatos isto sim, aí saberíamos de antemão quem é quem. Facilitaria muito na hora da escolha do futuro reitor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>