7:58Caçada e constrangimento

Do analista do Planalto Central

 

O constrangimento político causado pelo caso Eduardo Gaievski, o acusado de pedofilia em Realeza, ex-assessor especial da ministra Gleisi Hoffmann na  Casa Civil da Presidência da República, teve ontem um de seus pontos altos. Informação publicada pelo jornalista Josias de Souza relata que ontem à noite policiais paranaenses estiveram no Palácio do Planalto em busca de Gaievski, que já é considerado fugitivo:
Atualização feita às 20h21: o delegado paranaense que tenta prender Eduardo Gaievski foi recebido há pouco, no quatro andar do Palácio do Planalto, por Leones Dall’Agnol. Vem a ser o chefe de gabinete da ministra Gleisi Hoffmann. O visitante sugeriu que o assessor afastado da Casa Civil se entregue à polícia. Dall’Agnol disse que não tem como ajudar a polícia. Alegou que desconhece o paradeiro do foragido.”

3 ideias sobre “Caçada e constrangimento

  1. Francisco Santos Neto

    Que situação se encontra a Gleisi, hein?
    Como explicar trazer de Realeza esse petista que violentava moral e sexualmente menores?
    Que vergonha para o Paraná.
    Logo dirão que ele nunca existiu.
    CHEGA DE ABUSOS E MENTIRAS!

  2. Vania Weller

    E essa personagem foi chamada pela Gleisi para trabalhar em programa dirigido às crianças em creches. No minimo é de uma irresponsabilidade que cometeram. É bom lembrar que é crime também ajudar fuga de investigados e com pedido de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>