8:45Brasileiros aprovam saída dos cubanos

70,8% dos brasileiros aprovam a saída dos cubanos do Programa Mais Médicos, segundo levantamento feito pela Paraná Pesquisas nos dias 23 a 26 de novembro. Foram ouvidas  2.138 pessoas em 172 municípios de 26 Estados e do Distrito Federal. 56,7% acham que os médicos brasileiros são mais bem preparados que os cubanos e 63,6% acreditam que as vagas nos lugares mais distantes serão preenchidas.

A pesquisa  completa: Mais Médicos – Mídia

 

5 ideias sobre “Brasileiros aprovam saída dos cubanos

  1. Frik

    Cortei o cabelo com um barbeiro cubano, aqui em Curitiba. Lá onde antes era a Barbearia do Pablo. Serviço de primeira. Preciso, limpo. Poucas perguntas, nenhuma dúvida. Conversa, só por iniciativa do cliente: Nada de política. Nunca discuto com barbeiro, nem com açougueiro: os possíveis argumentos são bastante contundentes. Mencionei o último sucesso da cantora Juga (que depois descobri ser chilena). No final, depois de escovar meticulosamente a gola da minha camisa por dentro e por fora, ele me perguntou discretamente se eu estaria interessado em charutos. Sou ex-fumante há já algumas décadas, Vocês sabem.
    Mas enfim: barbeiro cubano, aprovado com louvor.

  2. jorge

    Chega de sustentar a ditadura cubana com dinheiro desviado do povo brasileiro. Aliás, nunca deveria ter começado. Foi falcatrua Petista.

  3. ro

    Povo burro.
    Tipo esse Jorge.
    Foi iniciativa da OPAS – Organização Pan Americana de Saúde.
    Mas o imbecil vai dizer que é do PT.

  4. Frik

    Leia o que diz a própria OPAS:
    “O Mais Médicos foi criado em 2013 pelo Governo Federal brasileiro, tendo como um dos objetivos suprir a carência desses profissionais nos municípios do interior e nas periferias das grandes cidades. A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) coopera tecnicamente com a iniciativa, triangulando acordos entre Brasil e Cuba para a vinda de médicos de Cuba para atuar em Unidades Básicas de Saúde, no setor de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde brasileiro” (…)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>