15:38A Unila em números

Do correspondente na Tríplice Fronteira:

Para esquentar o debate sobre a Unila, é bom que se saiba que uma das questões é sobre o número de vagas para estudantes brasileiros e estrangeiros. As vagas são iguais e a demanda nacional bem maior. O curso medicina é o grande exemplo disso. Há um elefante branco no campus porque o governo petista contratou um projeto faraônico para o prédio principal em Foz do Iguaçu e ele está inacabado. Se fosse mais modesto poderia cumprir os objetivos educacionais. O que acontece: enquanto continua pagando a construção, a Unila também paga aluguel, como demonstram os relatórios da universidade. Há falta de cursos voltados para atender a vocação do Oeste do Paraná, onde o agronegócio é forte e o turismo precisa ser mais potencializado. A universidade tem 365 professores, 517 funcionários e mais 117 terceirizados. A Unila mantém 29 cursos de graduação, com 3575 vagas. A proporção é de um servidor para cada 3,6 alunos.

2 ideias sobre “A Unila em números

  1. Zé Mané

    Adorei a relação servidor/aluno, ela deve estar matando de inveja outras universidades públicas onde esta relação deve ser muito diferente. Mas nunca devemos nos esquecer que se trata de um projeto pestista, ou seja, tinha que dar errado mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>