12:22A transformação de Rafael Greca

Rafael Greca de Macedo pode ser tudo, mas de tapado não tem nada. O primeiro ano de seu mandato está terminando e ele, quer queiram os inimigos ou não, sacodiu a poeira e está dando uma volta por cima do delírio que tomou conta de cabeça quando foi ressuscitado politicamente e ganhou a eleição, principalmente porque Gustavo Fruet, o antecessor, de certa forma pavimentou o caminho, com seu estilo de governar que poderia ser resumido num “hã?”. Greca talvez tenha imaginado que estava entrando no segundo mandato logo após sua estreia no cargo de 1993 a 1997. É possível até que o piripaque de saúde que teve, onde correu sério risco, tenha servido para ele pensar um pouco sobre a chance que tem agora, ele que tem DNA político. Greca escolheu mal sua equipe de trabalho para começar a fazer uma revolução que só existiu na cabeça dele ou de algum marqueteiro que lhe vendeu a ideia. Faltava o principal para tanto: grana, bufunfa, cascaio. O que ele fez nestes últimos meses foi simples e prova que, se não admite abertamente, ele assumiu os erros e fez uma limpa no secretariado. Antes, de certa forma ganhou o eleitorado ao tratar fazer outra limpa, a da cidade, que estava meio entregue ao mato e sujeira. O resultado foi que, com isso tudo, a ninguenzada ficou e está esperando coisa boa, apesar de ter levado a lambada nas costas com o aumento exagerado do preço das passagens de ônibus (junto com a patuscada do encontro dele, Greca, com o chefão dos transportes, Donato Gulin, em convescote no Country dois dias depois da pancada). O mote da dívida herdada, mesmo sendo um clichê de governos que assumem o comando do Executivo, serviu como colchão para aplacar erros. Agora o prefeito anuncia que vai arrumar boa parte do asfalto esfarelado das ruas da cidade, herança de vários governos. Assim, entra no ano que vem, que é de eleições, como cabo eleitoral de quem quiser ganhar votos na capital e, claro, dele mesmo, que, como todo político, sempre mira pra frente e para o alto. A conferir.

2 ideias sobre “A transformação de Rafael Greca

  1. CURITIBANO

    Muito bem, asfalto esfarelado, buracos e uma concha de retalhos são as ruas de Curitiba…uma péssima qualidade para a cidade que diziam ser de 1º mundo.
    Se Greca recapar todas essas rua com serviço de alta qualidade, tipo Vasncouver/Canada com asfalto do melhor, nivelando os bueiros das ruas e também as bocas de lobo já terá prestado um grande serviço à cidade, mas para ficar melhor ainda e não necessita de recursos para fazer é eliminar as vias calmas que são armadilhas unicamente arrecadatórias sem outra finalidade que criada por uma administração sem criatividade e copiadora de outra administração perdedora na cidade de SP…….
    Então, um recado ao PREFEITO RAFAEL GRECA ; se você quer continuar prefeito, faça uma gestão simpática aos curitibanos e forasteiros que amam a cidade e não queira continuar punindo-os com multas. FAÇA SEU MELHOR, PONHA-SE EM NOSSO LUGAR COMO UM CIDADÃO CONTRIBUINTE .

  2. luizito

    Quem não percebe é porque não está antenado. Quem não percebe é porque não quer e assim despista.
    Na realidade a pavimentação que o prefeito quer fazer, não é aquela da usina que foi aberta, não é o TSB que lá se produz. A pavimentação que Greca deseja desde já é lá na frente, na realidade ele quer ser mesmo eleito governador, mas não já, após a sua reeleição , se isso vier acontecer.
    Tá tentando plantar para ver se colhe , no futuro,os frutos a consumir futuramente lá no Palácio Iguaçu.
    De tudo isso após a eleição de 2018, seja lá quem for o governador, Greca vai ficar na espreita para dar um “grande” bote com o seu apoio e aí ele fica livre de ter a turma do atual governador dando as cartas na prefeitura e também lá de dentro do governo do estado.
    Agora vai ser interessante se o Ratinho Junior for o Governador e a coisa de apoio ainda está meio incógnito, mas logo o prefeito vai ter que se mostrar e aí tem o PSD de Ney e PSC na jogada, onde o buraco é mais em baixo e tem gente já rangendo os dentes lá pelo Iguaçi , uma vezão a pensar onde iremos se isso ocorrer. Vai ser interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>