15:41A praga, em todo o lugar

Do descobridor do Cabral:  

Para quem acha que o crack é “privilégio” dos grandes centros urbanos: na pequena e simpática  Nova Mutum, 27mil habitantes, a 242 km de Cuiabá, capital do Mato Grosso, a droga já se faz presente e cresce de modo assustador. Quem relatou o drama é um antigo morador da cidade. De passagem por Curitiba, ele deu uma paradinha no famoso Z da Avenida João Gualberto, ontem à tarde, à procura da famosa dobradinha de quarta-feira. Nova Mutum, aliás, voltou a ser notícia nacional neste ano, quando de um assalto à agência do Banco do Brasil. No dia 2 de julho, em plena Copa do Mundo, um grupo de homens encapuzados invadiu a agência, manteve os reféns e fugiu disparando tiros de metralhadora e fuzil. Foi, aliás, o segundo assalto ao BB da cidade.

Apesar da violência e as drogas, os bravos mutuenses tratam de levar a vida, trabalhando de sol a sol, praticamente isolados do resto do país. Mas, também nesse aspecto, surge um espectro que assusta os pequenos produtores rurais. A Perdigão de Nova Mutum e a Sadia de Lucas do Rio Verde, município vizinho, “sumiram” e agora fazem parte da BRF. Traduzindo: Brasil Foods.

- Não seria Brazil Foods? – interveio alguém.

Ah, mutum, ao contrário do que muitos pensam, lá não significa aquele mosquitinho chato, o nosso borrachudo. Mutum é um pássaro, que deu nome a um dos núcleos de criação de bovinos.

2 ideias sobre “A praga, em todo o lugar

  1. Pinguela

    Aí vem Lula e apregoa que que este é o Brasil que está dando certo ?
    Acorda, gente !
    O que está na televisão é falso e falsos os atores !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>