7:36Dia do professor

Hoje é o dia do professor, profissional que, ao longo dos anos, com as exceções de sempre, foi massacrado por uma administração pública que valoriza apenas os números das estatísticas ditas de boca cheia pelos algozes, políticos que informam a quantidade de analfabetos funcionais que são jogados no mercado da vida sem a mínima chance de sair do gueto da pobreza. Os mestres que escolheram o caminho nobre para tentar apontar o caminho da dignidade, ganham salários miseráveis, incompatíveis com a função essencial para a vida, são frutos de formação precária, não têm como desenvolver a profissão dentro da estrutura carcomida do ensino público - e ainda são vítimas da violência gratuita que toma conta dos bolsões indigentes, violência essa fruto da situação dessa educação que comete genocídio com a “morte” sucessiva de gerações, para a manutenção do osso na boca daqueles que aprenderam apenas essa lição e se consideram integrantes da casta superior. Nossos professores são heróis anônimos de um país desumano e onde são lembrados apenas em tempos como o de agora, das promessas eleitorais que normalmente viram fumaça logo depois da unção dos novos poderosos. Que os santos os protejam!

3 ideias sobre “Dia do professor

  1. Jango

    Bela lembrança, homenagem e advertência, Ze Beto.
    Sintomaticamente, salvo engano, mas nos principais jornais de hoje não há sequer menção ao significado deste dia.
    Assim vai o Brasil alienado, alienando-se e tomado pela alienação geral do que é realmente importante para a nação.
    Agora, no desenrolar da novela Passione está todo mundo ligado …

  2. CHC

    Parabéns Companheiros Professores,
    Os Professores do nível superior da rede privada estão com sérios problemas salariais: atrasos, falta de pagamento de férias, FGTS e previdência, alto stress, depressão recorrente, baixos salários e a completa ausência de carreira. Um caos.
    Foi o que deu a “reforma” promovida por Paulo Renato (que agora é consultor de grupos educacionais) e o professor FHC.
    Salvo algumas exceções, o ensino privado é um grande fracasso, é a chamada Macdonaldização do ensino (muita aparência e pouquíssimo conteúdo e comprometimento).
    Neste processo os Professores transformaram-se em tarefeiros, vendedores da mercadoria conhecimento, escravos dos grupos econômicos empresariais. Repita-se, salvo raras exceções.
    A rede pública, por outro lado, encontra-se esgotada e muitas vezes cartorial (nas Universidades), distante das demandas sociais.
    Em suma, carecemos de uma grande guinada no Ensino Brasileiro, em todos os níveis, extirpando-se o fator lucro desta seara e refundando o que aí está.
    Por enquanto temos muitos discursos vazios é pouquíssimas ações.
    A demagogia nesta área graça nas elites empresariais até os porões da política que querem uma nação pouco crítica e ignorante para (re)eleger nossos legislativos e executivos e priorizar tarefas de repetição e reprodução do conhecimento e não de criação e domínio do conhecimento.
    Nosso ensino recebe muitos aplausos e elogios dos países desenvolvidos, principalmente o chamado Ensino a Distância que está sempre Distante do Ensino, eles sabem que nós nunca conseguiremos sair da submissão com o que está aí.
    Professores Parabéns, um dia conseguiremos nosso lugar nesta sociedade que não tolera o conhecimento, mas apenas pequenos avanços na nossa matriz escravocrato-oligárquica-clientelista.
    Salve Darcy Ribeiro, Salve Gilberto Freyre,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>