18:54ZÉ DA SILVA

Nasci de uma mentira. Meus pais não eram meus pais. Quando eu soube disso, já estava mentindo desde que comecei a pensar – em mentir. Me dei bem na vida. Tudo que eu resolvia fazer, na base da mentira, as pessoas acreditavam. Menti para mim mesmo que era bonito. Numa escala de beleza tradicional, eu estava mais para o Corcunda de Notre Dame, do  Lon Chaney, do que para Alain Delon. Um dia abri uma igreja e disse que era a reencarnação do Cristo. Virei Deus – e fiz todo mundo pagar caro para me ver. Realizei milagres na base da mentira. Só não teve o morto ressuscitado porque nessa eu nunca acreditei. Um dia cansei, comprei uma ilha e fui meditar. Descobri um dia que minha mentira era verdade. Porque todo mundo mente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>