8:27Vice de Osmar diz que “impugnar pesquisa é prática obscura e medieval”

O deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB), candidato a vice-governador na chapa de Osmar Dias (PDT) disse o seguinte depois que foi que o TRE proibiu nova pesquisa do Datafolha sobre a intenção de voto ao governo do Paraná:

- Infelizmente os paranaenses estão tendo seu direito de acesso à informação negado pelo nosso adversário. Impugnar sistematicamente pesquisas eleitorais é cassar o direito da população à verdade. É uma falta de respeito ao eleitor. Repudio esta prática obscura e medieval.

- Reforço o que disse Paulo Pinheiro, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa, que afirmou, em nota, que “o maior prejudicado com esse desfecho foi o próprio eleitor paranaense, privado do seu direito constitucional de livre acesso à informação”. 

- A lógica utilizada na campanha adversária segue a máxima perpetuada por Rubens Ricupero, ex-ministro da Fazenda no governo do PSDB: “O que é bom a gente fatura, o que é ruim a gente esconde”.

9 ideias sobre “Vice de Osmar diz que “impugnar pesquisa é prática obscura e medieval”

  1. orlando

    Ora, quem proibiu a pesquisa? foi o poder judiciario? trata-se de avaliação tecnica, de forma imparcial e dentro da averiguação jurídica. alias, o juiz que concecedeu a liminar é conhecido pela sua competencia e seriedade. Antes de comentários sem profundidade, necessário todos observar que se há indicio cabe ser contestado por quaisquer das coligaçoes, nao cabendo culpar sem antes mencionar que é exclusivamnte é o poder judiciário – diga-se somente este após acionado – é que determina ou não a proibição diante dos indicios técnicos

  2. carlos rocha

    Essa frutinha do Rodrigo, deveria ir até o TRE e indagar o juiz, perguntando a ele o Pquê da impugnação !!!! Mas como ele não tem coragem , fica por isso mesmo !!!! Aqui no Paraná esses caras do PT não vão manipular as pesquisas. Eles que vão pedir uma comissão para Erenice Guerra na casa Civil……..

  3. Bagual RS

    Avisa ao Vice do vassalo da Dilma e do Lulla que, quem tem esta prerrogativa é o TRE por consequencia seus JUIZES decidem e que se ele (Rocha Loures) tivesse valor não mandaria construir um muro impedindo gente do interior de chegar em CURITIBA e seus proximos não mais estariam na FIEP……entre outras coisas mais…..

  4. Franco

    E eu que achava que o poder para vetar pesquisas era da Justiça Eleitoral…

    Parece o Bob Rec, que não gosta de cumprir ordens judiciais…

  5. Diogo de Almeida

    Deputado Rocha Loures….esse tipo de factoides nao colam mais…o povo nao se engana!!!Beto impugna as pesquisas porque o pessoal da SUA coligação faz trapacinhas!!! Beto tem razão! Voces dominaram a imprensa…o povo ta aguentando mentiras, manipulações e enganações todo tempo! Nao somos burros, nao caíremos nesta! Beto sera nosso governador, para ternmos de novo um tratamento digno, honesto e respeitoso! A imprensa que tambem tentou manipular o povo, faltou com ética, deveria ser duramente investigada, e não só pela justiça eleitoral, e sim por uma Comissão de Etica dos Sindicatos dos Jornalistas brasileiros! Essas coisas precisam acabar! Eu vou de Beto 45, mas respeito quem nao vai! Agora imprensa tomando partido, tentando manipular o povo, criando factoides…..aí é nojento!!! BETO NELES

  6. antonio carlos

    O deputado talvez seja ainda muito novo, e não ouviu falar do caso Ferreirinha. Mas ele que pergunte ao pai dele, ele deve saber do que se trata. É por medo de um novo Ferreirinha que as pesquisas não saem. E não saem por quê? Porque estão viciadas, e não sou eu que digo isto, é o juiz. Então a dúvida do deputado está respondida. Não acredita em mim deputado? Pergunte ao aposentado, que ele te conta tim tim por tim como ele inventou aquela mentira toda. E milhões de paranaenses acreditaram nela. ACarlos

  7. luiz k

    É verdade. Na idade média todas as pesquisas para governador do estado do paraná eram impugnadas pela inquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>