6:46Uma tentativa de suicídio na Lava Jato e o trabalho nobre de uma advogada de 80 anos

Rafael Neves, do jornal Metro de Curitiba, revelou em reportagem  publicada no início da semana que um dos presos da Lava Jato tentou suicídio no Complexo Médico Penal de Piraquara. Isabel Kruger Mendes é quem foi chamada às pressas para dar um pouco de tranquilidade ao preso e tirá-lo do estado que o levou ao ato. Ela é uma advogada de 80 anos que h á tempos está à frente do Conselho da Comunidade de Curitiba, órgão que fiscaliza as 10 penitenciárias e 13 carceragens de delegacias da região. A identidade do detento foi preservada. O trabalho nobre de Isabel, ressaltado. Confiram:

Advogada de 80 anos mudou rotina dos empreiteiros e políticos presos na Lava Jato

A advogada Isabel Kugler Mendes estranhou quando recebeu uma ligação pedindo para que fosse imediatamente ao CMP (Complexo Médico Penal), presídio em Pinhais, na região de Curitiba, que ganhou fama nacional há 2 anos e meio por abrigar presos da Operação Lava Jato. 

Visitar o CMP é tarefa de Isabel à frente do Conselho da Comunidade de Curitiba, órgão que fiscaliza as 10 penitenciárias e 13 carceragens de delegacia da região. Mas ela tinha ido ao CMP dias antes e só voltaria dali a um mês. “O diretor do Complexo me falou: venha agora. É que um dos ‘Lavajatos’ tentou suicídio”, relembra Isabel.

“Fui, e quando eu cheguei ele já estava me esperando na biblioteca. Aí eu fui conversando com ele, e o que aconteceu? Nas duas primeiras semanas, eu voltava a cada dois, três dias. Ele era uma pessoa que já não era muito novo, tinha um pouco mais de idade, e ele estava desesperado, porque ele tinha conhecidos, os filhos sem ver ele… e como os outros ‘Lavajatos’ sabiam, isso foi me aproximando mais deles”. Desde então, Isabel encontra alguns dos maiores políticos e empreiteiros do país cerca de uma vez por mês.

‘O Complexo é complexo’

3 ideias sobre “Uma tentativa de suicídio na Lava Jato e o trabalho nobre de uma advogada de 80 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>