18:04Tucanos contra-atacam: quem quer amordaçar os institutos de pesquisa é o Osmar Dias

Para esquentar ainda mais a chapa sobre a questão das pesquisas impugnadas pela Justiça Eleitoral a pedido da coligação que apoia o candidato Beto Richa, do ninho tucano saiu um torpedo onde se afirma que Osmar Dias apresentou projeto de lei no Senado ameaçando com prisão os donos de institutos cujas pesquisas eleitorais tenham números diferentes da margem de erro do resultado da eleição. Segundo a informação, Dias apresentou o projeto de lei em 2007, cinco meses depois de perder as eleições de governador do Estado para Roberto Requião. Isso porque as pesquisas apontavam ampla vantagem para Requião, e, como se sabe, as urnas deram uma vitória de Requião por uma diferença de apenas dez mil votos. Segundo o projeto resgatado no meio da fogueira que antecede as eleições deste ano, as penalidades eram válidas para pesquisas divulgadas até dez dias antes da eleição. Para o caso, a  sondagem “sujeita o proprietário ou responsável pelo Instituto de pesquisa a pena de detenção de dois a quatro anos e multa no valor de R$ 50 mil a R$ 200 mil”. Outro parágrafo do projeto adverte que a empresa reincidente no crime  fica proibida de divulgar pesquisa na circunscrição da eleição pelo período de quatro anos. Nos registros do Senado esta justificativa de Osmar Dias foi pinçada pelos tucanos: “Nas últimas eleições, como já ocorrera em diversas outras oportunidades, as empresas dedicadas a este negócio, a soldo, não raro, de instituições de comunicação social de evidente interesse político-eleitoral, equivocaram-se muito mais do que seria razoável”. O senador defendeu no Congresso que “o empresário do ramo das pesquisas que, por injunções de qualquer natureza, divulgar, nos dias anteriores ao pleito, dolosamente, informação destinada a enfraquecer o ânimo de uma das partes, estimulando no eleitorado o voto no candidato falsamente divulgado como vitorioso”. Depois, arrematou: “A pesquisa com resultado divulgado também reflete no ânimo dos financiadores das campanhas eleitorais, que passam a aportar os recursos financeiros para os candidatos vitoriosos”.  O projeto de Osmar Dias foi apresentado em 28 de março de 2007, leva o número 157 e pode entrar na pauta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Para os tucanos, isso prova que a reação do adversário à decisão da Justiça Eleitoral de barrar a divulgação das pesquisas, a pedido da coligação que apoia Beto Richa, é, no mínimo, paradoxal. O que se fala ali é quem quer amordaçar os institutos de pesquisa é Osmar Dias e que as ações tomadas agora foram motivadas por erros na metodologia das pesquisas. Isso é campanha!

9 ideias sobre “Tucanos contra-atacam: quem quer amordaçar os institutos de pesquisa é o Osmar Dias

  1. Charles Friedrich Junior

    O comitê central do Beto Topete Impugna Richa , irá assistir hoje o filme “Nosso Lar”, para aprender como sair do ‘UMBRAL ELEITORAL”, que se encontram após tantas pesquisas. IMPUGNADAS.

  2. Antonio Villas Boas

    Zé Beto, não adianta você botar esse contra veneno do Richa no teu blog. Esse é o problema de publicar release de assessoria. Vem os argumentos mais ridículos. Você vem com 2007 pra responder um fato que está acontecendo hoje. Na campanha de 2010. Um fato inédito no país. Nunca um candidato a governador – nem nos estados mais atrasados – teve a coragem de fazer o que o Beto Richa está fazendo.
    Aí fica feio pra você, Zé Beto. Parece que você tá querendo tapar o sol com a peneira. Beto Richa, o impugnador, está sendo hoje notícia em todos os veículos nacionais. Que tristeza pra memória do velho Zé Richa, um democrata.

  3. Leitora PR

    Eles impugnam as pesquisas alegando problemas de metodologia – vale ressaltar que é a mesma desde o início da campanha e só agora foi “descoberto” o erro, após a subida de Osmar. Se impugnam é porque, no mínimo, concordam com a “questionável” confiabilidade delas, conforme alegou Osmar em 2006, quando a boca-de-urna do Ibope dizia que Requião ganharia por 6% – ganhou por 0,1%. Os argumentos dos tucanos são, sim, um tiro no pé.

  4. Charles Friedrich Junior

    O Jornal Nacional, a OAB e ANJ, garantiram a permanência do Beto Topete Richa no “umbral eleitoral” ! Era isso que ele, sempre buscava no TRE/PR.

  5. Susi Andraus

    Mostra a falta de caráter e honestidade do candidato Beto Richa. Não é o Osmar Dias que está em questão neste momento, Zé Beto. Não é a disputa eleitoral. É a nossa democracia, a nossa liberdade de informação. O nosso direito de cidadão que está em jogo. E você ainda escreve que isto é campanha. Não, isto não é campanha. Isto é a ausência de campanha. É a ausência de argumento. A ausência da democracia. Desrespeito total à inteligência dos paranaenses. O que Beto Richa pensa que vai conseguir com isso ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>