7:15Na mosca

A divulgação feita nesta semana de um grampo da Polícia Federal em que Aécio Neves e sua irmã Andréa tentam passar o trator cima da declaração feita em abril num vídeo de Valdir Rossoni, Chefe da Casa Civil do governo do Paraná, em pedido feito ao governador Beto Richa, fez alguns sábios da política acharem que o secretário atirou e acertou na mosca. Ele disse que o mineiro deveria deixar a presidência do PSDB, partido de ambos, caso as denúncias da relação dele com a Odebrechet fossem confirmadas. O que aconteceu depois? Além da empreiteira, o ex-governador de Minas se atolou na delação do acougueiro Joesley, foi afastado do cargo de presidente dos tucanos e do Senado – e  sua irmã agora está na cadeia. As gravações também revelam que Aécio, ao ameaçar expulsar Rossoni do partido, pois este afirmou que sairia do ninho se as denúncias fossem confirmadas e nada acontecesse, quis emparedar Richa e, como aconteceu depois em outras gravações, comprovou que ele não herdou nada do linguajar do avô – e muito menos da maneira de Tancredo Neves fazer política, pois, aloprado, se mostrou um projeto de ditador de província.

Uma ideia sobre “Na mosca

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>