15:10Teatro Ouro Verde: governo torce o nariz para exigências da UEL

Do blog Paçoca com Cebola, de Claudio Osti

A contratação de servidores exclusivos para o Teatro Ouro Verde, anunciada pelo governador Beto Richa em sua reinauguração, em 30 de junho, esbarra na incompreensão da Secretaria de Fazenda a algumas funções relacionadas pela UEL na lista de 15 pessoas requisitadas: quatro músicos e um jornalista.

A UEL já tem uma orquestra sinfônica e uma assessoria de imprensa instalada no campus.

Com isso, cresce no Palácio Iguaçu a tendência de repassar ao Palco Paraná, organização da sociedade civil de interesse público que fornece profissionais para o Teatro Guaíra, a responsabilidade pela contratação dos servidores do Ouro Verde – que permaneceria sob a administração da UEL.

Uma ideia sobre “Teatro Ouro Verde: governo torce o nariz para exigências da UEL

  1. Zé Ninguém

    Para não perder de muito para o presidento o Betinho Banana precisa dar mancadas como esta. Para quê isto Betinho, a UEL já não dispõe de orquestra própria? Depois o cara reclama que a turma o chama de incompetente, se não for totalmente incompetente então é difícil entender o que ele quer com mais esta mancada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>