6:49Tapa na cara e prendo e arrebento

Um vídeo onde treinamento de uma tropa da Rotam, da Polícia Militar, canta “bate na cara e espanca até matar”, foi publicado no blog Caixa Zero, de Rogerio Galindo, da Gazeta do Povo. Quem comandava vai ter de se explicar. Talvez se os soldados estivessem cantando “quem sabe faz a hora não espera acontecer” o pepino não apareceria. Enquanto isso, a ficha do capitão da reserva e agora deputado federal Jair Bolsonaro revela que, na ativa, era um ferrabrás com ambição desmedida fora do quartel. Além disso, segundo um coronel,  “tinha permanentemente a intenção de liderar os oficiais subalternos, no que foi sempre repelido, tanto em razão do tratamento agressivo dispensado a seus camaradas, como pela falta de lógica, racionalidade e equilíbrio na apresentação de seus argumentos”. Em resumo, o presidenciável que vai muito bem nas pesquisas pode ser considerado um filhote da simbiose entre o general Figueiredo e o general Newton Cruz, o Nini – e seu slogan de candidato pode ser aquele famoso “Eu prendo e arrebento” para quem não rezar na sua cartilha.

4 ideias sobre “Tapa na cara e prendo e arrebento

  1. Jorge Armado

    Os brasileiros de bem vão votar no Bolsonaro. Se Bolsonaro for eleito temos certeza que ele vai resolver todos os problemas do país na bala! Como é preciso! Inflação? Bala! Filas no SUS? Bala! Greve? Bala! Desemprego? Bomba de gás e bala! Inflação? Bala! Homossexualismo? Bala! Adultério? Bala! É fácil governar o Brasil. Mais bala e menos blábláblá!

  2. Ademar Luiz Vieira

    Sobre o Caixa Zero, esse filhote de esquerda tinha que sumir do mapa, esse é o perfil do PELEGO da esquerda.
    Sobre o nosso futuro presidente Bolsonaro, estamos com ele. que venha 2018.
    Vamos limpar o Brasil desses Chupa Cabras Lula Dilma e Cia.

  3. Pedreiro

    Como escreveu Gustavo Franco; OESP Caderno Aliás – 18 de agosto de 2013 – Macbeth teria perdido o sono.

    … Ideologia! Ela fornece a desejada justificação para a maldade, para a firmeza necessária e constante do malfeitor. Ela constitui a teoria social que o ajuda, perante a si mesmo e perante os outros, a desculpar seus atos e a não escutar censuras nem maldições, mas sim elogios e testemunhos de respeito.”
    A ideologia é o que nos leva ao genocídio, à limpeza étnica, ao Holocausto e ao terrorismo de estado de regimes totalitários de esquerda ou de direita.
    A perversidade cometida em nome do partido não agasta o meliante, dá-lhe uma espécie de anestesia espiritual decorrente do pertencimento a um projeto moralmente superior ou a uma burocracia, exército ou milícia que o executa

  4. Franco

    1. Falou o coronel de pijama, com dor de cotovelo pelo subalterno que se destaca na política;
    2. Sério que vcs acham relevante considerar o que uma pessoa já com seus 60 e poucos anos pensava quando tinha 25-30?
    (hora de por a mão no queixo e pensar na sua juventude)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>