14:52Também somos filhos de Fany

jaime_foto

Rogério Distéfano

RAFAEL GRECA corre o risco de levar a eleição no primeiro turno, no vale tudo em que usa o nome de Fany Lerner, a falecida primeira dama, longe, bem distante dele quando viva, ambos rompidos desde que Greca aliou-se a Roberto Requião – que fazia o desmonte bíblico de Jaime Lerner. Gustavo Fruet, atual prefeito, está sozinho, ninguém percebeu ainda uma de suas maiores credenciais para o próximo mandato: de todos os candidatos tem o melhor vice, Paulo Salamuni, com estofo, experiência e caráter para ser também um grande prefeito.

Jaime Lerner inventou Rafael Greca e se mantém longe da campanha, traumatizado pelos apoios a prefeitos que o decepcionaram – foram apenas dois, mas como doem! A filha subiu – justamente – nas tamancas pelo uso que Rafael fez do nome da mãe na campanha. Ah, se Jaime Lerner ousasse, uma vez que fosse na vida. Deixasse de lado o isolamento magoado e fosse à forra, na medida exata para ferir Greca onde mais dói, no apoio. Greca não se elegeu uma vez como gratidão pela campanha dos doze dias que tocou para Lerner?

Então Lerner tem a chance de fechar a conta: apoie Gustavo Fruet publicamente, sem peias e pudores. Ataque Greca no falastrionismo da experiência e na ilegítima herança lernista. Tem medo que Gustavo, como Greca e Richa, venham a decepcioná-lo pelo apoio? Pouco importa. Essa postura joão-figueiredo – ‘peço que me esqueçam’ – não honra sua biografia. Pior é ver Greca se eleger com base numa relação que nunca existiu. Ou deixar passar a felonia de evocar a imagem de Fany.

Isso exigiria que Jaime Lerner se reinventasse, envergando a ousadia que nunca teve. Consegue? Ou isso ou se mude da cidade, pois serão quatro anos de Greca bradando ser filho de dois pais e duas mães, inclusa Fany? A falta que Fany faz nesta hora. 

Uma ideia sobre “Também somos filhos de Fany

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>