15:23Sete vezes!

Do analista dos Planaltos

O secretariado do prefeito Marcelo Belinati, de Londrina, foi definhando um a um da formação inicial. Primeiro, o advogado Camilo Kermer nem assumiu a Secretaria do Meio Ambiente depois de ser apontado como advogado da empresa de coleta de lixo Kurica; um secretário de Saúde, o Luiz Soares Kury, foi defenestrado pela recomendação do Ministério Público por acúmulo de empregos. Na sequência, foi a vez da área da Cultura, onde Aldo Moraes não conseguia assumir pois não comprovava pagamento da dívida executada com o próprio município. Aí foi o secretário de Obras, Fernando Tunouti, que saiu sem dizer muita coisa e deu lugar a um ex-secretário de Barbosa Neto, João Verçosa. Além destes, Luiz Carlos Menezes Deliberador simplesmente deixou a Defesa Civil para Evaristo Kuceski – e  Margareth Socorro de Oliveira, que saiu da Gestão Pública para o jornalista Fábio Cavazzoti. Agora cai Luiz Carlos Adati, presidente da empresa Sercomtel (cuja sócia é Copel), por recomendação do Ministério Público do Paraná. A dificuldade está em achar alguém que acompanhe a família Belinati na empreitada do governo, já que, ao que parece, sempre o MP está de olho.

2 ideias sobre “Sete vezes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>