10:13Resposta e culpa

Do Analista dos Planaltos

Certas respostas se tornaram tão sinônimo de culpa que advogados, assessores de imprensa e os próprios questionados que as respondem não deveriam utilizá-las. Por exemplo: a deputada Cristiane Brasil – indicada para ser ministra do Trabalho de Temer -, ao ser perguntada pelo fato de ser investigada pela PGR por associação ao tráfico (a que ponto chegamos!), respondeu que a denúncia “não tem fundamento”. Não tem fundamento? Imagine se a PGR não tivesse. Outra, utilizada por aqueles acusados de lavagem de dinheiro: “Meus sigilos fiscal e bancário estão à disposição da Justiça”. Claro, afinal lavagem de dinheiro ocorre “dentro da legalidade”, não é mesmo?  Por fim: juízes como Sergio Moro Marcelo Bretas dizem que seu vergonhoso auxílio-moradia é “um direito”, mesmo eles tendo casa própria. Direito? Aquela coisa, pode ser legal, mas não é moral. Pensando bem, analisando muitas dessas figuras, os brasileiros, espectadores como sempre, têm as respostas que merecem.

Uma ideia sobre “Resposta e culpa

  1. Zangado

    Somos um país de plateias, plateias que choram rindo. Nada espanta o brazuca, ele vive numa telenovela. Sua maior paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>