8:04Requião, sempre

Toda a farofa que está sendo feita em torno da convenção do diretório municipal do PMDB que vai definir se o partido vai ter ou não candidatura própria confirma que, de fato, o senador Roberto Requião é o mais astuto dos políticos da província. Aqui já foi escrito que ele é, sem dúvida, o último grande líder nesta seara, quer queiram ou não os que desaprovam seu estilo mais que personalista. Escolheu um candidato que não tem a mínima chance na disputa, como fez como fez com o reitor Moreira na eleição anterior. Se for mesmo à disputa, Greca confirma o enterro político cuja cova começou a abrir quando mesmo? Quando ouviu o canto da sereia e se uniu a Requião, o maior inimigo de Jaime Lerner, a quem deve tudo. Nessa trama de mestre, Requião se mantém sob os holofotes – e este é o seu alimento. Um dos maiores articuladores da turma do PMDB do B disse ao signatário no início desta semana que “Requião ganha a convenção se quiser”. O que se articula agora já é o segundo turno, na provável disputa entre Luciano Ducci e Gustavo Fruet. E quem vai decidir, ou já decidiu, é ele mesmo, Roberto Requião. O senador que, na certa, já está pensando em 2014, pois poderá se candidatar ao governo sem medo de ser feliz, já que seu mandato vai a 2018. Terá os votos dos abduzidos – e mesmo que não emplaque o que seria seu quarto mandato, ampliando um recorde nunca antes visto na história deste Estado, ganhará mais sobrevida, já com idade de ser considerado um grande patriarca desta religião movida a tramas de todos os tipos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>