16:24Requião, o presente e um pijama que não merece

O senador Roberto Requião (PMDB) deve estar se sentindo como pinto no lixo por causa do pequeno foco de luz que ilumina seus cabelos grisalhos depois que se transformou em relator do projeto de lei de Renan Calheiros, aquele, sobre abuso de autoridade. Hoje, por exemplo, segundo informa a repórter Catarina Scortecci, correspondente da Gazetona em Brasília, ele disse que “não tem condição de votar o fim do foro privilegiado sem aprovar uma nova legislação sobre os crimes de abuso de autoridade dos agentes públicos”. Requião, que é, de fato, o último dos líderes da política da província paranaense, tem tanto prestígio entre os pares do Congresso Nacional quanto um calango morto no bico de um urubu voando sobre uma região de caatinga no Nordeste. Agora aproveita o que aparece (e a relatoria foi um presente dos deuses, aqueles que estão abaixo da soberba dele) para gastar saliva, feito um pastor descontrolado. A objetivo, clarao, é a eleição do ano que vem, onde pretende se manter vivo politicamente – seja lá em que espaço for. Não, ele não merece um pijama de aposentadoria, afinal, faz parte da paisagem política do Paraná, essa coisa que poderia ser comparada ao limbo do purgatório, e onde o discurso repetitivo e sacal do senador ainda tem o poder de iludir os incautos. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>