11:28Requião barrado

Do blog da Cidadania

Decisão de juíza barra senadores em visita a Lula

A juíza federal Carolina Lebbos barrou, em decisão publicada nesta terça-feira (17), a presença de quatro parlamentares no grupo que irá verificar as condições de encarceramento do ex-presidente Lula.

A magistrada alegou que eles não integram a Comissão de Direitos Humanos do Senado. Para a visita, a juíza também determinou que o uso de aparelhos eletrônicos dentro da sede da PF “fica expressamente vedado”.

Os barrados são os senadores Humberto Costa (PT-PE), José Pimentel (PT-CE), Roberto Requião (MDB-PR) e Lídice da Mata (PSB-BA).

De acordo com a juíza, a lista encaminhada pela comissão apresentava esses quatro nomes, que não integram a comissão, segundo o site do Senado. “Tendo em vista o teor do requerimento e a finalidade do ato, por consequência lógica dele somente poderão participar membros integrantes de referida Comissão”, disse no despacho.

Só poderão acessar a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba dez senadores: Regina Sousa (PT-PI), Paulo Paim (PT-RS), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Paulo Rocha (PT-PA), João Capiberibe (PSB-AP), Fátima Bezerra (PT-RN), Telmário Mota (PTB-RR) e Ângela Portela (PDT-RR).

 

 

4 ideias sobre “Requião barrado

  1. silva

    Será que tal juíza não tem algo melhor a fazer ! Por exemplo, dar andamento aos milhares de processos de cidadãos comuns que deve estar sob sua responsabilidade !

  2. Mendonça

    Quem parece não ter o que fazer são os distintos Senadores da República, imbuídos em “vistoriar” as instalações onde o corrupto e lavador de dinheiro está encarcerado (secundariamente as dos outros presos, os de segunda categoria.
    Proponho que após essa vistoria, os senhores Senadores se dirijam ao presídio de Pedrinhas, aquele !

  3. Lucão

    Discordo da juíza, condicionalmente.
    Há que se verificar se os 4 senadores colocaram LULA em seus sobrenomes. Dito isto, poderiam solicitar visitas nos dias de parentes. Que tal?
    Outro ponto a ser observado deverá ser a expressão da senadora do Paraná que deve sair da cela que não é cela do Lula com hemorragias de prazer.

  4. Jorge

    O que Silva quis dizer? que não deveria liberar o acesso à comissão do senado?
    A parte da quadrilha que entrou tinha o direito constitucional de fazê-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>