12:01República de Bananalândia

por Fernando Canzian

Estamos tão metidos no dia a dia das falcatruas, mentiras e politicagens que acabamos perdendo a perspectiva de quanto o país vem se degradando assustadoramente na atual crise política e econômica.

Fora do Brasil, os jornais vêm estampando neste momento, e com bastante destaque, fotos e textos contando sobre a nossa novela terceiro mundista e seus dois personagens principais, Dilma e Eduardo Cunha.

Corrupção e violação de leis existem em toda parte, no mundo inteiro. Mas uma avaliação de fora, algumas vezes beirando o jocoso, faz acordar para o fato de o Brasil estar se superando no tratamento seguinte à descoberta de malfeitos.

Com cadáveres políticos empurrando o país para uma cova cada vez mais funda.

A realidade horrível para quem está dentro, sofrendo uma recessão de -3% do PIB, inflação de quase dois dígitos e forte desvalorização da moeda, é quase surreal para quem nos vê de fora. A pergunta parece ser: o que esses caras estão esperando?

Eduardo Cunha foi beneficiário de desvios do Petrolão e mentiu em uma CPI sobre ter dinheiro fora do país.

Agora, comanda o processo que pode derrubar uma presidente que se diz “ilibada”. Mas que violou as contas públicas sob a justificativa de pagar, no ano da sua reeleição, benefícios sociais que contam muito eleitoralmente em um país tão pobre.

Pode-se considerar que a degradação atual seja um processo político normal dentro das regras mundiais da politicagem. Onde se agarrar ao poder é o que importa. Até que a coisa fique realmente insustentável e as nuvens mudem, derrubando uns e preservando outros.

Mas e o resto do país? Estamos em meados de outubro e não existe nenhuma solução aparente para nosso problema de fundo: não há dinheiro para fechar as contas, já estouradas. E as coisas não vão parar de piorar sem arrumar isso. Ponto.

A dívida pública vai continuar subindo, levando dólar, inflação e piora da grave recessão juntos? Com o resto do Congresso e oposição patrocinando o rumo à terra arrasada e a um empobrecimento geral?

A coisa caminha para isso. E ninguém parece se importar muito.

Cunha faz parte do normal.

Segundo levantamento do site Congresso em Foco, no final de agosto havia 130 deputados (26% do total) respondendo a inquéritos e ações penais no STF.

O numero é subestimado, pois o Supremo ainda não recebeu todos os processos que tramitam pelos Estados contra parlamentares eleitos no ano passado.

No Senado, onde o mandato dura no mínimo oito anos, o total de acusados chega a 40%.

*Publicado na Folha de S.Paulo

4 ideias sobre “República de Bananalândia

  1. antonio

    Sai a Dilma e entre quem? Aqueles que querem a sua saída já tem as pessoas certas? Eu, com o devido respeito, não tenho. Estamos ao deusdará, largados, sem lenço e sem documento.

  2. leandro

    Nesta republiqueta que chamamos de Brasil, tem muita coisa acontecendo que sequer imaginamos o que e quem está metido nessas confusões.
    Tem 40 % de senadores em investigação, 30 e tantos % de deputados da ultima eleição.
    Sabe-se que Renan está sendo investigado, sabe-se que Eduardo Cunha também, se ouve que outros também trilham pelo mesmo caminho.
    Agora uma coisa chama atenção; De todos esses com exceção daqueles que estão diretamente envolvidos na Operação Lava Jato, não vemos indicações pelo menos semelhantes com o Renan Calheiros por exemplo.
    Também fala-se muito do Lula, e neste caso, temos estórias do tal apartamento no Guarujá, dos lobbys dele com empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobrás e agora com um depoimento do tal de Fernando Baiano que teria dado 3 milhões uma das noras do Lulas.
    O estranho de tudo isso, já começa pela forma com que a PF e o MPF tratam do assunto ou assuntos que citam o Lula, estranho o fato de pedirem autorização ao STF para interrogar o Lula, estranho sim porque ele não detém mais o foro especial.
    O estranho que nos demais casos envolvendo o Eduardo Cunha o problema vem sendo exposto à opinião pública sistematicamente por meses, então pergunta-se quais são as diferenças , entre Lula, Eduardo Cunha, Renan Calheiro e outros políticos que estão citados na Operação Lava Jato,
    Já que é para jogar merda no ventilador que se jogue e assim deixaremos de ver insinuações contra essa turma e pior ainda ameaças de um tal exército que seria comandado pelo fiel escudeiro Stédile do MST.
    Depois de tudo isso a gente mesmo que a contragosto estamos achando que o General comandante do exército tem razão.

  3. TOLEDO

    Leandro, voce anda com a foto do Aecio em baixo do travesseiro. Ele é honesto, tem cara de honesto e além de tudo é bonitinho.

  4. Maria Auxiliadora

    O comentário em dizer que o inss está falido é falta de um sistema que coibe os ladrões terem acesso ao programa. Se houver gente decente e honesto para lidar com o sistema vai sobrar dinheiro e não vai haver nenhuma mudança na lei. Mais do jeito que anda acontecendo com o nosso Brasil vai ser difícil por a casa em ordem. Pode mudar a lei fazer toda e qualquer reforma porque a maioria dos políticos são corruptos e a meismisse vai continuar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>