13:46Protesto em lugar errado

Duzentos professores do ensino público do Rio de Janeiro fizeram protesto diante do ônibus que levava os jogadores da Seleção Brasileira do Rio de Janeiro para a Granja Comari, em Teresópolis, local da concentração. Alto lá! O time e a própria Copa do Mundo não têm nada a ver com a situação do ensino brasileiro e dos mestres. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. A indigência absurda do setor vem do tempo em que a televisão era movida a lenha e os governos todos sempre abusaram em promessas e não fazer. Portanto, a cobrança é justa e tem de ser feita em cima dos responsáveis. A bola não tem nada a ver com isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>