12:06Por que Maduro ainda não caiu?

por Hélio Schwartzman

Os sinais de que o regime chavista fracassou não poderiam ser mais evidentes. Estão presentes em tudo, dos indicadores macroeconômicosem colapso, às prateleiras vazias dos supermercados, e encontram expressão visceral no aumento da desnutrição e na regressão epidemiológica por que passa o país. Quando pais abandonam seus filhos em orfanatos na esperança de que lá sejam alimentados, sabemos que algo deu muito errado.

Por que então a população não se rebelou e pôs o ditador para correr?

De acordo com alguns modelos da ciência política, isso já deveria ter ocorrido. Muitas das autocracias contemporâneas só sobrevivem porque conseguem entregar alguma prosperidade à população, que, num barganha tácita, deixa de questionar a falta de liberdade política ou mesmo a repressão. É o caso da Rússia de Putin, da Turquia de Erdogan e até da China do Partido Comunista. Foi também, durante algum tempo, a situação da Venezuela sob Hugo Chávez.

Hoje, porém, não há mais traço da prosperidade; ao contrário, a vida dos venezuelanos tornou-se um inferno, mas o governo ainda resiste. Ao que tudo indica, o regime, que capturou as instituições e tem o apoio de setores minoritários da população e do aparato militar, encontrou um ponto de equilíbrio de baixo desempenho, sob o qual a maioria dos venezuelanos que quer se livrar de Maduro não consegue coordenar suas ações para obter esse resultado.

O que está faltando para romper o ciclo é alguma faísca que deflagre a sincronização, isto é, que sirva de senha para que as pessoas-chaves que ainda sustentam o governo, mas sabem que não há futuro com Maduro, possam desertar em bloco.

Ela pode assumir formas inesperadas. Na Romênia dos Ceausescus foi o despejo do padre László Tökés; na Tunísia da Primavera Árabe, a autoimolação do vendedor de fruta Mohamed Bouazizi. Vamos aguardar o gatilho venezuelano.

*Publicado na Folha de S.Paulo

3 ideias sobre “Por que Maduro ainda não caiu?

  1. Sergio Silvestre

    A Venezuela tem povo,antes do Chaves o Pais tinha 2% de nababos que hoje é mais ao menos o retrato do Brasil e 98% de miseráveis apesar do apoio americano e de uma reserva monstruosa de petroleo.
    O que acontece com a Venezuela ,não aconteceu com a Arabia Saudita que se aliou aos americanos e lá continua 0,001% de bilionários e um povo miserável.
    Fico aqui pensando,por que não falam do Evo Morales,quer dizer então que o regime Bolivariano deu certo Lá.
    Devemos se preocupar com os cremes e com as rugas e deixar que os venezuelanos tracem seu destino até por que não somos dados a dar conselhos a ninguem,onde temos o Pais mais rico das americas em recursos naturais e somos um dos mais miseráveis dela.

  2. jose

    Meu Deus!!! Hoje o pombo se superou!!!
    Silvestre, presta atenção: a Venezuela tinha uma excelente situação econômica, aliás foi muito bem da década de 20 até os anos 70. a merda começa com Carlos Andréz Pérez que em 1975 estatizou todo o setor petrolífero transformando a Venezuela num “petroestado” como a Arábia Saudita aliás.
    E foi bem inicialmente graças a crise do petróleo daquela época, foi então que o estado venezuelano assumiu o papel de tutor geral do povo (legal isso né, “bolivariano” pira com isso, mas é a mesma merda de sempre) criando um sistema totalmente assistencialista altamente deficitário e que foi aos poucos corroendo toda a economia.
    Em 1997 a inflação chegou a “absurdos” 120% e Chavez se aproveitou disso para se eleger. E este, para se manter no poder, ampliou os “programas sociais” gerando mais déficit ainda. Aí que o problema ficou grave: o preço do barril de petróleo despencou e consequentemente o banco central começou a imprimir cada vez mais dinheiro sem lastro e isto virou uma espiral sem fim (até o momento), daí veio o controle de preços e mais estatizações que levaram o País cada vez mais para o buraco.
    E este buraco só tem aumentado, levando milhares de pessoas a deixar diariamente o País em busca
    de alguma coisa para comer pelo menos. E estão aí hoje, virando refugiados e sem nenhum apoio de maravilhosa “esquerda bolivariana” que você diz fazer parte.
    Quanto a Bolívia, a coisa não é bem assim, logo logo a violência vai explodir lá também, ao contrário da Venezuela, a Bolívia está virando um narcoestado, e justamente por isso, é só uma questão de tempo para o lhama de franja virar passado, espere e verá.
    Estuda mais…
    E não é só o povo que sofre: http://www.ntn24america.com/noticia/inician-tramites-para-trasladar-animales-desnutridos-de-venezuela-a-zoologicos-de-otros-paises-166553

  3. Oto Lindenbrock Neto

    Depois de mais um escândalo – o da Ambev- cabe também outra pergunta: ” por que o Beto ainda não caiu?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>