8:29PENSANDO BEM…

herman

ROGÉRIO DISTÉFANO

Maldade na rede: o ministro Herman Benjamin, relator da cassação Dilma/Temer, é cruza de Luiza Erundina com Tom Jobim.

Eu não sabia que a Marcela era de menor” – Michel Temer, o distraído.

Restaura-se a imoralidade. A chapa Dilma/Temer saiu ilesa no TSE. Agora pode tudo, até assaltar mendigo cego.

O Brasil perde jogo amistoso para a Argentina. Nosso time há bom tempo com Tite. O deles há um dia com Jorge Sampaoli, estreando como técnico. Vamos de Gilmar a pior.

Nunca não vi coisa igual. Michel Temer tem mais defensores entre os ministros do TSE que entre os eleitores brasileiros. É o processo de Kafka com rebolado da Gretchen.

Esses ministros do TSE são o sonho de toda mulher: três dias só nas preliminares – Suzana Gontijo, tradutora em Minas Gerais.

“Falta homem hétero no mercado pornô brasileiro”, diz Fabi Thompson, estrela do ramo e favorita ao prêmio Sexy Hot 2017, o Oscar do segmento.  “O trabalho deles é mais difícil que o nosso”, completa a musa. Que raio de dificuldade é essa dos hétero, que usam o mesmo instrumento dos homos?

Dejavi  “Às favas a modéstia” – o autoelogio do ministro Gilmar Mendes ao debater com o colega Herman Benjamin no julgamento de Michel Temer. A expressão tem antecedente e autor, o ministro Jarbas Passarinho para o ditador Emílio Médici, ao assinar o Ato Institucional 5: “Às favas os escrúpulos, senhor presidente”.

NÃO+PELO

Não compro as acusações contra Michel Temer. Não que o considere santo, muito pelo contrário. A propósito, alguém pode me esclarecer esse absurdo de dizer ‘muito pelo contrário’? Nem vou esperar, quando peço, todos me olham com cara de paisagem, como se procurasse pelo em ovo, aliás coisa comprovadamente existente.

Muito pelo contrário só se for o pêlo de antigamente, não essa besteira que a reforma ortográfica embaralha com ‘pelo’, mistura de preposição com artigo. Muito pelo em contrário é o conhecido pêlo encravado em suas múltiplas manifestações – tenho dois, por exemplo, que encravam nos cílios e cutucam o olho bom. Também os há e abundantes nas maçarocas das musas do cartunista Solda. Felizmente existe a franquia Não+Pêlo, que tira os pelos com circunflexo para côncavos e convexos.

O ‘pelo’ preposição não pode ser muito em contrário. Explico, é questão de lógica elementar com um tico de geometria; uma coisa que está ao, ou pelo, contrário é ela mesma no senso oposto. Quando você diz que alguma coisa está ‘muito pelo’ contrário ela voltou ao lugar de antes, tanto na lógica quanto na geometria. Talvez seja isso, quando digo que não considero Michel Temer santo, ‘muito pelo contrário’, quero dizer que ele não é santo. Pior, que ele é exatamente isso, um malandro engomado. Acertei.

Como dizia o professor Antonio Dias, quando tentava me fazer aprender matemática no curso científico: quod erat demonstrandum – a fórmula de encerramento do teorema de Pitágoras, tudo que sei sobre a suruba entre hipotenusa e seus catetos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>