8:31Pensando bem…

Rogério Distéfano

Grilo falante. Nunca esqueço o comentário que o jornalista Celso Nascimento (hoje titular do contraponto.jor.br) fez-me uma vez sobre dois personagens locais em episódica evidência: um era o Pinóquio, o outro o Grilo Falante. Minha experiência com os personagens fora na infância, portanto fingi que entendia. Como quem tem Google não morre ignorante, aprendi a moral da história: pinóquio é o boneco que mente; o grilo, sua consciência.

Os tucanos do Paraná têm os dois personagens, bem atuais, atuando no drama shakespeareano de apoiar Michel Temer. O secretário Valdir Rossoni quer descer imediatamente tanto do muro quanto do governo. Escreveu cobras e lagartos de Aécio Neves, o presidente do PSDB. O governador Beto Richa, na ocasião, pressionado por Aécio, disse que nada sabia. Sobre desembarcar do governo, Beto todo cuidadoso, dizia ainda não ser tempo, tinha o lance da governabilidade.

Na recente reunião das lideranças do PSDB, governadores incluídos, Beto Richa foi voz isolada entre os titulares de governo: pediu o imediato desembarque do governo Temer. Claro que Beto tem faro político, sabe ler signos e entende a direção dos ventos. Mas ele é Beto, sempre será uma criação de Gepeto, o marceneiro. O que aconteceu? Simples, como na historinha, o guarda-chuva do grilo às vezes rossoneia.

Uma ideia sobre “Pensando bem…

  1. Zé Ninguém

    Depois que o juiz Sérgio Moro praticamente sepultou uma terceira candidatura do 51 e o presidento dá sinais evidentes de que já era, agora desembarcar do Governo é uma obrigação. Mas chutar cachorros mortos é de muito mau gosto, e pode sujar o sapato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>