8:36Pato

O presidente Michel Temer não precisa se preocupar em terminar o mandato como “pato manco” depois de ser absolvido na Câmara dos Deputados da segunda denúncia que o aponta como chefe de mais uma quadrilha a se instalar no comando do país. Ele é um pato morto que a nação terá de aguentar até o final de 2018. Há apenas um lado que faz a ninguenzada se agarrar num fio de esperança diante de tanta bandalheira explícita e mal cheirosa: o país não acaba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>