15:20Os curitibanos são bananas?

Do blog …e tudo acabou em Sfiha, de Gerson Guelmann

Aviso desde logo que a manifestação não tem nada a ver com minha posição antagônica à administração municipal atual. É o registro de alguém que quase tem uma aposentadoria por tempo de Jaime Lerner e que aprendeu com ele a enxergar a cidade essencialmente como um espaço de vida.

Escutei há pouco, horrorizado, a história do cidadão multado por plantar bananeiras na calçada de casa. Não, ele não mora na Rua das Flores onde os transeuntes abundam, e nem quer fazer concorrência aos fabricantes das balas de Antonina.

O Curitibano em questão reside no aprazível Hugo Lange, vizinhando com os coitados do Cristo Rei ameaçados por bula prefeitural pela horta comunitária que ousaram implantar por lá.

Tempos atrás o Jaime escreveu um texto delicioso – A Batalha do Paraguassu – onde se insurgiu contra proibição de que o bar de mesmo nome tivesse mesas na calçada. Inevitável lembrar disso agora.

Por favor, deixem o cara em paz; que suas bananeiras floresçam e frutifiquem, e que os vizinhos hortelões colham todos os frutos da terra que plantarem, incluindo o chuchu que odeio.

Ah, ia esquecendo do vizinho mal-humorado, o que dedurou o bananal: a ele recomendo as Pílulas de Vida do Dr. Ross , esperando que veja a vida e Curitiba com um fígado mais cordial.

Se não quiser, sempre pode ir plantar batatas.

Uma ideia sobre “Os curitibanos são bananas?

  1. Zé Ninguém

    Não sei de você fez parte desta trupe de cuecas de seda que sempre infestaram a Prefeitura, mas isto é coisa de quem não tem o que fazer e quer mostrar serviço para o chefe. Aí saem com estas, uma sempre pior do que a outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>