20:16O medo de nós mesmos

de Oscar Wilde

Acredito que se um homem vivesse a sua vida plenamente, desse forma a cada sentimento, expressão a cada pensamento, realidade a cada sonho, acredito que o mundo beneficiaria de um novo impulso de energia tão intenso que esqueceríamos todas as doenças da época medieval e regressaríamos ao ideal helênico, possivelmente até a algo mais depurado e mais rico do que o ideal helênico. Mas o mais corajoso homem entre nós tem medo de si próprio. A mutilação do selvagem sobrevive tragicamente na autonegação que nos corrompe a vida. Somos castigados pelas nossas renúncias. Cada impulso que tentamos estrangular germina no cérebro e envenena-nos. O corpo peca uma vez, e acaba com o pecado, porque a ação é um modo de expurgação. Nada mais permanece do que a lembrança de um prazer, ou o luxo de um remorso. A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe. Se lhe resistirmos, a nossa alma adoece com o anseio das coisas que se proibiu, com o desejo daquilo que as suas monstruosas leis tornaram monstruoso e ilegal. Já se disse que os grandes acontecimentos do mundo ocorrem no cérebro. É também no cérebro, e apenas neste, que ocorrem os grandes pecados do mundo. 

Uma ideia sobre “O medo de nós mesmos

  1. Sergio Silvestre

    Estava na acada observando um homem passar,seu jeito de andar,seu modo de pensar,o que está e curso na sua cabeça .o que ele está pensando.
    Logo em seguida passa um cachorro,seu jeito de andar,seu modo de pensar,o que está em curso na sua cabeça,o que ele está pensando.
    Não seria o mesmo que eu estou fazendo,ali passou dois universos,passou dois sonhadores,logo não passaram,passaram outros universos,outros sonhadores,cada qual pensando a sua maneira,logo não mais pensarão,logo não serão mais universo,.Enfim logo se apaga tudo,o caos,o vácuo,o mistério,bilhões de criaturas,sonhadoras,como gostaria de acreditar como muitos acreditam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>