9:18O judeu no mosteiro

Do blog …e tudo acabou em Sfiha, de Gerson Guelmann

Aron, um judeu de meia idade, solteiro e bem-sucedido corretor na Bolsa de NY, decidiu abandonar a carreira e mudar de vida.

Vendeu todo o patrimônio, doou os valores para a caridade e foi para o Tibet, decidido a entrar numa ordem monástica.

Chegando lá, foi recebido pelo Superior do Mosteiro, ao qual contou sua história e as razões que o levaram a fazer uma mudança tão radical.

Após ouvi-lo, o Monge disse:
- “Acho difícil uma pessoa como o senhor se adaptar a nossa vida. Além do voto de silêncio que todos fazem, a rotina é difícil; acordamos muito cedo para orar e meditar, a comida é simples…”

E Aron respondeu:
- “Não se preocupe. Eu pesquisei muito antes de vir e este Monastério é o que me serve.”

Vendo que a decisão já estava tomada, o religioso completou:
- “Seja bem-vindo, então. Antes de levá-lo à sua cela, quero lhe dizer que o senhor poderá dizer duas palavras a cada 10 anos.”

E assim foi. O novo adepto adaptou-se à nova vida, os anos passaram e um dia foi chamado pelo Superior:
- “Devo dizer que estou surpreso. Não imaginava que o senhor fosse aguentar. Hoje está fazendo 10 anos de sua chegada. Pode então dizer suas duas palavras.

Aron falou:
- “Comida ruim.”

E o Monge respondeu:
- “Pode juntar-se aos demais.”

Mais uma década se passou e o Superior chamou Aron e novamente o autorizou a proferir as duas palavras:
- “Cama dura” – foi a resposta.

Liberado pelo Monge, Aron retornou ao seu cubículo.

Os anos foram correndo e nesse ínterim o Superior, já muito idoso, adoeceu. Prestes a morrer, escolheu aquele que deveria sucedê-lo e lhe repassou toda a orientação, para que a rotina do Mosteiro não fosse alterada.

No dia em que Aron estava completando 30 anos, foi convocado pelo novo Superior, que ao recebê-lo deu a orientação já conhecida:
- “O senhor está completando mais um período de 10 anos, pode dizer suas duas palavras.”

Sem pensar, Aron disse:
- “Vou embora.”

E o Monge respondeu:
- “Eu já esperava por isso. Sua fama aqui dentro é de um criador de caso.”

Uma ideia sobre “O judeu no mosteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>