6:55O FOFO

richarogerio

Rogério Distéfano

Craques dos negócios

O patrimônio de Lula teria aumentado 360% desde que deixou a presidência da república. E daí? Ele não é pai de Lulinha, o Ronaldinho dos negócios, como explicou a jogada que elevou o filho da baixa renda para a milionária renda? Então, Lula é o Neymar pai dos negócios. Nem precisou  negociar com time europeu.

Baixem a bola

Os procuradores da Lava Jato bem que podiam ter poupado a torcida desse vexame do powerpoint sobre Lula. Não precisavam continuar na rota do exibicionismo depois que o próprio juiz Sérgio Moro se recolheu ao prudente e obsequioso silêncio. Deram a Lula exato o que ele mais precisa e para o que se prepara, o papel de mártir.

Quousque tandem, Gleisi?

A senadora Gleisi Hoffmann deixou loirice e labores e assinou artigo de crítica aos procuradores da Lava Jato. Que estão muito à vontade, metem o bedelho na vida dos políticos – dela, inclusive – sem que ninguém meta o bedelho no bedelho deles.

Engano seu, senadora. O conselho nacional do ministério público faz isso. E se a senhora levantar alguns podres do Deltan Dall’Agnol (quem mais para deixa-la tão incomodada?), conte para a imprensa. Sujeira de senador e sujeira de procurador vendem jornal.

Ditadura capa preta

Bom ficar de olho no Supremo. Tem sinais de fumaça por lá. O ministro Dias Toffoli critica a magistratura, que pode criar a ditadura da toga, para ele ruim como a ditadura fardada – que quando acabou de vez, 1985, eleição de Tancredo Neves, encontrou o ministro aos 17 anos.

Não afirmo que a vivência do fato histórico seja a melhor credencial do analista político; alguns podem aprender nos livros. Acontece que Toffoli vê uma ditadura pelo retrovisor e a outra pelo binóculo, lá longe.

Felizes os brasileiros termos um ministro que se revolta com a ditadura que não o atingiu e cujo rescaldo levou-o a ser advogado de sindicalista e juiz garantista no Supremo.

A tocaia continua

A justiça federal negou recurso da AGU contra a liminar que libera motoristas de transitar com faróis acesos nas rodovias. A lei exige os faróis acesos também nas ruas das cidades. Na dúvida, é bom ligar os faróis na Marechal Deodoro, sol a pino. Ninguém está livre da tocaia arrecadadora. Que não faz nada contra motoboys que costuram fora da faixa e boys montados em máquinas possantes acelerando nas ruas; e todas com escapamentos preparados para o barulho que supre deficiências dos pilotos.

Beto é o cara

Em reportagem da Folha de S. Paulo, o governador Beto Richa explica por que está fora das eleições municipais: dedica todo seu tempo ao governo do Estado. Não é um fofo? Os outros governadores queimando dinheiro e cuspindo saliva em favor de seus candidatos e Beto vai pra galera do Iguaçu. Quando pode, olha de longe, está muito ocupado. Ele entrou na campanha de graça: deu um partido e um vice para Rafael Greca. Ficar fora é lucro. Para Greca. E pra nós nem se fala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>