8:06O espetáculo

O gran-finale do espetáculo dantesco sobre a denúncia de corrupção do presidente Michel Temer deve acontecer hoje no palco da Câmara dos Deputados. Ainda há quem acredite que o início de um processo de degola do presidente ou o arquivamento da acusação mude alguma coisa nos rumos do país. A imagem de um trem fora dos trilhos e ribanceira abaixo seria conto de fada diante do que está acontecendo neste país. A comprovação nem precisa ser o escancaro da compra de votos para receber apoio a que Temer se dedicou com a determinação de um general de chanchada com aquele peito estufado e as mãos de biruta ensandecida. Basta reparar bem a maioria dos parlamentares, com as raras exceções de sempre. O exemplo daquele que tatuou o nome do Chefe do Executivo no peito é o mais escrachado, mas há ainda os que, vendida a consciência (se é que têm), aguardam os próximos acontecimentos para, quem sabe, poder cravar o punhal nas costas do aliado de agora. É a política. Ah, sim, a grana desta farra é a da ninguenzada que, infelizmente, em sua maioria não sabe o que está acontecendo.

Uma ideia sobre “O espetáculo

  1. Sergio Silvestre

    Pois é,a quatro anos Londrina era um canteiro de obras,dezenas de milhares de casas e aptos sendo construidos para ricos e pobres,mas ai alguém tocou o bumbo,outro tocou a flauta e uma procissão seguiu o flaiutista,que eram pessoas de confiança como o Alexandre Frota,Danili Gentile, Marcelão e um imbecil coreano que nem sei o nome.
    Tudo ia melhorar,ia sair os ladrões e entrar os probos e hoje o que vejo é um horizonte alaranjado,o Brasil está triste,o povo desempregado e ainda teimam em dizer que a culpa era daqueles que lhes davam empregos,moradia e educação.
    Pois é de novo,sempre foi assim,sempre matam o Cristo e isso não vai mudar e vou dar um exemplo caro da muaridade do povo.
    Acho que a humanidade é um caso perdido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>