7:29O debate, segundo a versão Osmar Dias

Da assessoria de imprensa de Osmar Dias, candidato do PDT ao governo do Paraná:

Tranquilo e seguro, Osmar disse que gostou do debate por colocar propostas e não cair em provocações
O pedetista disse considerar que apesar das provocações feitas por seu principal adversário, Beto Richa, conseguiu apresentar suas propostas para áreas como segurança pública, saúde e geração de emprego e renda

Ao final do debate entre os candidatos ao governo do Paraná na RPC-TV, o candidato do PDT Osmar Dias se disse satisfeito com a possibilidade de, mais uma vez, apresentar seu projeto de governo à população do Estado.

“Em debates como este, o eleitor consegue analisar o traço, o perfil de cada candidato. Percebem os traços de autoritarismo daqueles que querem proibir pesquisas e o direito à informação da população dos que se mostram mais equilibrados e conseguem apresentar suas propostas”, afirmou Osmar.

De acordo com Osmar, os eleitores tiveram mais uma chance de analisar as propostas dos candidatos e de principalmente analisar o perfil de cada um.

O pedetista disse considerar que apesar das provocações feitas por seu principal adversário, Beto Richa, conseguiu apresentar suas propostas para áreas como segurança pública, saúde e geração de emprego e renda.

“Não caí nas provocações. Meu adversário parece que está sendo perseguido até pelas pesquisas, daí sai impugnando tudo. Eu sei como estão as pesquisas, mas não posso contar”, frisou o candidato.

No debate, Osmar desmente Beto sobre ajuda a Curitiba

Acusado pelo candidato tucano de não trazer nada para Curitiba como senador, Osmar lembra que conseguiu sete mil vagas para o ProJovem, que o então prefeito Beto Richa perdeu porque não fez a licitação em tempo hábil

Durante o debate na RPC/TV desta terça-feira (28), Osmar Dias (PDT) desmentiu prontamente a tentativa de Beto Richa (PSDB) de passar uma falsa informação para os paranaenses. No segundo bloco, Richa afirmou que em 16 anos como senador Osmar “não trouxe nada para nossa capital”.

Ao contrário do que disse Richa, foi Osmar quem trouxe para Curitiba o programa Projovem Urbano. A falsa afirmação foi esclarecida pelo pedetista na hora: “Talvez você (Beto) tenha se esquecido que eu trouxe sete mil vagas para o ProJovem, que você perdeu porque você não fez licitação a tempo”, falou.

Apesar da prefeitura ter a sua disposição as novas vagas, o programa acabou não acontecedo, por perda de prazo. Osmar lamentou a ineficiência. “Bastou Beto sair da prefeitura e já tem jovens fazendo o ProJovem”, destacou.

——–

Mutirão contra as drogas para combater a maior causa de crimes, defende Osmar

“Não é só contratando e pondo policiais nas ruas que vamos resolver o problema da segurança. Temos que atacar a causa do problema, que são as drogas entrando pela fronteira de forma livre”, aponta o candidato pedetista no debate desta terça

O futuro governo de Osmar Dias vai atacar duas frentes principais para transmitir mais segurança pública à população do Paraná: aumentar o número de policiais civis e militares, adotando medidas de valorização do profissional, e promovendo um mutirão contra as drogas, agindo no tratamento de dependentes químicos e na conscientização nas escolas. “Não é só contratando e pondo policiais nas ruas que vamos resolver o problema da segurança. Temos que atacar a causa, as drogas que entram pela fronteira de forma livre”, disse o pedetista.

Se eleito, Osmar vai contratar 6.800 policiais militares e 1.500 policiais civis, para repor o quadro estadual. Além disso, em parceria com o governo federal, o candidato fará um cinturão contra a entrada das drogas na fronteira. “Com a Dilma, vamos colocar mais Polícia Federal e Forças Armadas e criar um batalhão para que a Polícia Militar possa dar mais guarida, proteger a fronteira contra a entrada de drogas e armas”.

Osmar voltou a lembrar que mais de 80% dos assassinatos no Paraná ocorrem porque a pessoa antes se drogou e, se a droga não é combatida, “vamos continuar correndo atrás do prejuízo”, avaliou.

A esta proposta se somará o trabalho de conscientização das famílias, jovens e crianças sobre o consumo de drogas. “Temos que criar um ambiente nas escolas para chegarmos antes da droga, para conscientizar, educar, chamar a família para uma prosa sincera dentro da sala de aula junto com os educadores e os assistentes sociais”, disse.

O projeto de apoio aos dependentes químicos complementa a proposta. Osmar pretende parceria com as comunidades terapêuticas e as igrejas na recuperação psicossial de pessoas carentes dependentes de droga. “Antes, elas serão tratadas nas cinco clínicas que vamos construir em todo o Paraná”, afirmou.

Valorização dos profissionais da segurança com planos de carreira e de promoção, “para que a corporação se sinta estimulada para oferecer segurança à população”, também é proposta de Osmar. “Mas insisto que sem combater a causa, não dá certo. Faremos um grande projeto, o Afeto, para trazer a família, dar atendimento com assistentes sociais, em um grande mutirão contra a droga. Combatendo sim, mas tratando com carinho aqueles que precisam de tratamento”, emendou.

Programa Ambiental – Osmar apresentou sua proposta para o meio ambiente, em debate com o candidato Paulo Salamuni (PV). Ele explicou sobre o Movimento das Águas, projeto que vai proteger as fontes de água, despoluir os rios, principalmente o Iguaçu, e repetir o trabalho feito quando o pedetista esteve à frente da Secretaria da Agricultura.

O projeto vai começar com o saneamento básico. “Ainda bem que posso garantir recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para fazer o saneamento e, desta forma, proteger os mananciais também. O esgoto despejado nos rios precisa de tratamento”, afirmou Osmar, ao ressaltar que vai trabalhar também para cuidar o aquífero Guarani.

O Movimento das Águas vai premiar os produtores que seguirem exigências de uma agricultura sustentável. “Eles terão linha de crédito especial e assistência técnica gratuita. Vamos premiar os que ajudam a preservar o meio ambiente no Estado, principalmente no cuidado com as águas. Não podemos deixar que as águas, o grande patrimônio que temos, sejam desperdiçadas pelo mau uso”, defendeu.
———–

Osmar defende apoio à agricultura, micro empresas e

profissionalização para gerar empregos

Segundo o candidato pedetista, seu projeto vai seguir os mesmos passos do presidente Lula, que gerou cerca de 15 milhões empregos no país

Durante debate na noite desta terça-feira (28) na Rede Paranaense de Comunicação, em Curitiba, o candidato ao governo Osmar Dias (PDT) afirmou que, se eleito, vai investir para fortalecer a agricultura, apoiar as microempresas e incentivar a profissionalização dos jovens. O projeto vai seguir os moldes dos projetos do presidente Lula, que gerou cerca de 15 milhões empregos em seus mandatos.

“Profissionalização, principalmente dos jovens, para que a porta da fábrica se abra quando eles têm um diploma de ensino profissionalizante. Infelizmente, o PSDB proibiu a escola técnica lá atrás, não deu oportunidade para a profissionalização”, disse Osmar criticando o abandono das escolas técnicas durante o período de governo de Fernando Henrique Cardoso.

Outra frente para a geração de empregos é o apoio à agricultura, em especial a familiar. “Vamos apoiar a agricultura fortemente, que é a base da nossa economia, porque teremos a possibilidade de gerar 35% dos empregos, e garantir que eles continuem”, afirmou o candidato.

Osmar anunciou que vai ampliar o teto de faturamento anual das microempresas, para que mais indústrias sejam beneficiadas com a isenção do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “Hoje, o limite das microempresas é de R$ 360 mil. Vamos dobrar para R$ 760 mil. Com isso, cerca de 60% dos empregos gerados no Paraná, nas microempresas, serão ampliados porque teremos mais 15 mil microempresas sem que precisem pagar imposto. Queremos trocar o imposto pelo emprego”, explicou.

Todos esses projetos ganharão força com a criação de uma Agência de Desenvolvimento Econômico, explicou Osmar. “A criação da agência será importantíssima, porque com técnicos especializados faremos projetos para atrair empreendedores e fortalecer os que estão aqui”, ressaltou.

Osmar esclarece, mais uma vez, projeto do FGTS

À provocação de Beto Richa (PSDB) de que foi contra os trabalhadores ao apresentar proposta no Senado para acabar com a multa do FGTS, no final dos anos 90, Osmar afirmou que o tucano “está mal informado” quando não informa que o próprio senador retirou o projeto de pauta em entendimento com representantes dos trabalhadores.

 “O candidato usou isso indevidamente na televisão. Tanto é mentira que ele foi punido pela Justiça Eleitora e perdeu todo seu tempo (de inserções eleitorais) no horário gratuito”, emendou Osmar.

O pedetista voltou a esclarecer que o projeto foi apresentado no governo de Fernando Henrique Cardoso, época em que o desemprego era altíssimo. “Apresentei, as centrais sindicais me procuraram e eu retirei. Essas centrais sindicais estão todas me apoiando. Tivemos uma grande manifestação das seis centrais, reconhecendo meu trabalho no Senado em favor do trabalhador. Tanto é que todos os anos sou escolhido o senador nota 10 pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), que representa os trabalhadores no Congresso Nacional”, disse.

Reforma agrária

No debate com o candidato Luiz Felipe Bergmann (PSOL) sobre reforma agrária e projetos para a Região Metropolitana e Curitiba, Osmar afirmou que a reforma deve ser feita nas propriedades não produtivas. E reforçou que vai finalizar o projeto da Linha Verde em Curitiba, construindo trincheiras e passarelas, até o trevo do Atuba. “Ela começou e ficou pela metade, e o dinheiro já foi todo na metade da obra”, disse, referindo-se às complicações que o antigo traçado da BR-116 na área urbana de Curitiba vem apresentando com as obras feitas por Beto Richa.

Osmar disse ainda que vai ajudar o prefeito de Curitiba a resolver o problema do lixo da capital, promessa de campanha não cumprida pelo candidato do PSDB ao governo quando prefeito. “Vou ajudar o problema do lixo com a construção de quatro usinas de reciclagem. O lixo não pode ficar indefinidamente com prorrogação de contrato sem licitação.”

———-

4 ideias sobre “O debate, segundo a versão Osmar Dias

  1. Aldo

    Observando os comentários sobre os diversos temas, podemos observar quem realmente tem propostas para o PARANÁ e quem só se defendeu. BETO RICHA tem PROPOSTAS em SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, DESENVOLVIMENTO HUMANO, HABITAÇÃO, FERROVIAS, ETC… Osmar somente apresentou justificativas e apoio do LULA e DILMA.

  2. jota

    Agora confirmou qualquer dúvida que eu pudesse ter em relação ao Osmar. Não dá para engoli-lo como disse o Collor, muito menos digeri-lo. Êle não respondeu várias questões e saiu pela tangente tipo assim como o Maluf, falava e não dizia nada. Então não vou contaminar meu direito do voto até porque com a Dilma junto boa coisa não vai dar.

  3. cidadão

    Desculpe mas eu devo ter visto outro debate então, pois dizer que ele estava tranquilo e não caiu nas provocações, não reflete o que eu vi ontem.

    Prova disso é que, na suas considerações finais, perdeu 1 minuto se enrolando todo para falar sobre as provocações, enquanto poderia ter apresentado suas propostas.

  4. Diogo de Almeida

    Da vontade de rir…Osmar de cara falou em Lula….acredito que nao ouvi proposta nenhuma deesse sr desde o começo, provavelmente ele citou lula ou requiao antes e eu conclui que era nao era ideias dele! Atacou novamente de forma covarde, na tréplica, para manipular o povo, que fica sem saber o que Beto diria! Quando confrontado, nao respondia, fugia do assunto ou tacava uma mentira…novmente para ludibriar os eleitores! As poucas vezes que Beto Richa tinha oportunidade de responder aos ataques de Osmar, respondia com verdades, com sinceridade, honra e honestidade! Nao começava uma resposta como Osmar começou…MEU DEUS DO CEU!!! É o DESEPERO dessa turma, ja comprou e subornou a imprensa, ja ameaçou as pessoas, ja forçou conseguir votos em lugares como o DETRAN, ja mentiu e manipulou o povo adoidado, ja fez o Alvaro mostrar sua verdadeira face de ciumento, e interesseiro(vai ganhar um cargo) ja usou Lula, só resta apelar ao Poder Superior mesmo! Só que no que me concerne, se todos os eleitores pedirem uma luz pra votar…com certeza não votarão na corrupção, na maldade, nas trairagens, nas ameaças…..e entao…VOCES serão lavados daqui!! Vai dar BETO e ponto!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>