6:20O ataque de Tony Garcia a Beto Richa e o passado que condena

Tony Garcia publicou no Facebook uma carta de alerta ao governador Beto Richa. O jornalista  Euclides Lucas Garcia sapecou no blog “Caixa Zero”, da Gazeta do Povo (ler abaixo). Em resumo, Garcia, que já havia usado o mesmo expediente em 2014 para alertar o seu ex-amigo, segundo ele, sobre uma maracutaia envolvendo a Odebrecht no consórcio que iria resultar na PPP para obras e administração de um trecho da rodovia PR-323, entre os municípios de Paiçandu e Francisco Alves, revela: “Ele não ouviu, foi em frente, deu no que deu, entrou para a LISTA DE JANOT”. Para quem não sabe, sobre o nome de Richa na lista, é que o governador do Paraná recebeu R$ 200 mil da empreiteira baiana para campanha de reeleição. Ele diz que tudo foi dentro da lei. Tony Garcia é muito mais contundente em seu ataque a Richa quando afirma que o governador dos paranaenses está  “perdido em um mar de lama e afastado dos bons princípios herdados dos pais” e pede que ele “assuma os erros em vez de continuar tentando negá-los, pois o povo não perdoa o cinismo e a desfaçatez”. Tony Garcia também cita as operações Quadro Negro e Publicano, do Ministério Público do Paraná, afirmando que Richa está envolvido “juntamente com seu primo distante Luiz Abi” – e diz ver com tristeza tudo isso. No final, faz um alerta, revelando que torna público o que sabe para que “Beto Richa não alegue à frente desconhecimento”, pois, segundo ele, também tinha relatdo com antecedência o esquema de corrupção na Receita Estadual, “sem que nenhuma providência fosse tomada.”

O escracho foi feito. Mas há um “outro lado” – e não é negativa dos que levam o chumbo, como sempre acontece em reportagens de denúncias publicadas pela brava imprensa. No começo do primeiro governo da atual administração Tony Garcia ainda se considerava amigo de fé meu irmão camarada de Richa. Aqui neste blog foi informado que ele entrava no gabinete do governador no Palácio Iguaçu como quem sai da suíte de sua casa e vai à cozinha tomar um gole de água no meio da madrugada. Não se anunciava, entrava sem bater, ao contrário do que vem acontecendo ultimamente, quando apenas bate. Foi barrado logo depois do alerta que partiu de um ex-amigo dele e chapa do governador – a fonte da nota. Juntando lé com cré a providência tinha motivo. Os antecedentes do empresário, que, no passado, chegou a ser candidato ao Senado, não combinavam com a paisagem. No dia 09 de novembro de 2004 agentes da Polícia Federal, de posse de um mandato judicial, invadiram o apartamento do empresário e o prenderam (ler reportagem da Tribuna do Paraná abaixo). Ele tentou fugir pulando da sacada e entrou para o anedotário da cidade porque, segundo o fofoquê, se escondeu na casinha de boneca que havia no local. A acusação do Ministério Público Federal era: “entre outros crimes, de gestão fraudulenta do Consórcio Garibaldi e desvio de recursos que estão em sua posse para proveito próprio”, segundo o publicado pela Tribuna. O consórcio havia sido liquidado dez anos anates e, de acordo com a denúncia, deixou um prejuízo de R$ 40,1 milhões para cerca de 3 mil consorciados. Garcia saiu algemado do apartamento. Depois, fez um acordo de delação premiada se comprometendo a devolver R$ 10 milhões. Quase foi preso de novo por não cumprir o acordado no prazo determinado. Pagou e ficou quieto, até a primeira “carta” a Richa.

A exposição de fatos vindo do lado escuro dos bastidores – e partindo de gente cujo caráter é isso aí mesmo revelado acima, tem o lado positivo de mostrar um tico do que acontece nas relações da turma da poder e da grana. Como acontece hoje no Bananão, a partir do Mensalão e da Lava Jato, pelo menos a ninguenzada, aquela que paga toda a conta, tem um de noção do que sempre aconteceu lá longe, há anos-luz do que se fala, por exemplo, naquele armazém/boteco do bairro onde se reúnem os aposentados que contam moedas para pagar o remédio nosso de cada mês. Confirma também que sem este tipo de escracho entre os protagonistas, com delações verdadeiras ou falsas, não há como se ter conhecimento do que acontece. O que vem por aí com o caso do ataque de Tony Garcia ao governador? É algo a conferir.

 

EX-DEPUTADO TONY GARCIA É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL

  • Por Cintia Végas
Átila Alberti / O Estado do Paraná
Segundo um agente da polícia, o ex-
deputado teria tentado fugir, saltando
da sacada do prédio onde mora.

 

 

Tony Garcia diz que alertou Richa sobre Odebrecht: “não ouviu, entrou na lista do Janot”

Rogerio Waldrigues Galindo está de férias. Texto de Euclides Lucas Garcia.

Quase um ano e meio depois de publicar uma carta aberta em que dizia torcer pela “recuperação moral” do amigo e governador Beto Richa (PSDB), o empresário e ex-deputado estadual Tony Garcia voltou à carga para cima do tucano neste fim de semana (leia a íntegra da nova carta logo abaixo).

O tema desta vez foi a Operação Lava Jato e a inclusão do nome de Richa na chamada “segunda lista de Janot”, encaminhada ao Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria-Geral da República há duas semanas.

Referindo-se ao governador como “um bom amigo de outrora”, Garcia diz ver com tristeza o envolvimento dele na Lava Jato, como já havia ocorrido nas operações Quadro Negro e Publicano, “juntamente com seu primo distante Luiz Abi”.

Para Garcia, Richa está “perdido em um mar de lama e afastado dos bons princípios” herdados dos pais. Ele afirma que continua alertando o governador das “maracutaias engendradas no Palácio”, mas, para sua surpresa, o tucano “nada faz, segue em frente, desdenha da opinião pública”.

No post feito no Facebook no fim da tarde do último sábado (25), o empresário pede a Richa que assuma os erros em vez de continuar tentando negá-los, pois o povo “não perdoa o cinismo e a desfaçatez”.

“Em 2014 alertei Beto Richa que havia maracutaia na montagem da PPP da rodovia 323 capitaneada pela Odebrecht, não ouviu, foi em frente, deu no que deu, entrou para a LISTA DE JANOT”, escreveu Tony Garcia.

No ano passado, a empreiteira pediu para sair do consórcio Rota das Fronteiras, que venceu a disputa para fazer obras e administrar o trecho da rodovia PR-323, entre Paiçandu e Francisco Alves, no Noroeste do Paraná. Com investimento bilionário, o projeto seria a primeira Parceria Público-Privada (PPP) do Paraná.

O ex-parlamentar conclui a carta declarando já ter alertado Richa de que outras “maracutaias” seguem sendo tramadas no governo “na intenção de criarem dificuldades para venderem facilidades a fornecedores do estado”.

“Torno isso público hoje para que o governador Beto Richa não alegue à frente desconhecimento”, finaliza Garcia, citando que tinha relatado com antecedência ao tucano o esquema de corrupção na Receita Estadual, sem que nenhuma providência fosse tomada.

 Leia aqui a íntegra do post de Tony Garcia:

A LAVA JATO PARECE NÃO INTIMIDAR GOVERNANTES E AGENTES PÚBLICOS.

Os nossos políticos parecem não terem aprendido nada com os três anos de Lava Jato, em vez de procurarem instrumentos que coíbam a corrupção, andam atrás de buscarem em leis, formas de perpetuarem-na. Prestam um desserviço à nação. No Paraná, vejo com tristeza um bom amigo de outrora, hoje governador, envolvido na Lista de Janot, Quadro Negro e Publicano, juntamente com seu primo distante Luis Abi. Estive ao lado dele desde o início de sua vida pública, foi uma das pessoas mais sensatas que conheci, hoje, porém, vejo-o perdido em um mar de lama e afastado dos bons princípios herdado de seus ótimos pais. Alerto-o, como sempre fiz, de maracutaias engendradas no palácio que um dia seu pai ocupou com dignidade e honestidade, faço-o na intenção de afastá-lo de mal feitos que, com a autoridade que detém, pode e deve extirpá-los. Para minha enorme surpresa, nada faz, segue em frente, desdenha da opinião pública, e não consegue enxergar que a Lava Jato mudou o comportamento dos brasileiros, hoje, todos muito atentos à movimentos inescrupulosos. Beto Richa ainda tem tempo de se redimir dos erros cometidos, todos os humanos cometem erros, mas para isso, primeiramente, deve assumi-los, e não mais buscar na negação, o que ninguém mais acredita. O povo pode até perdoar o pecado quando assumido, mas não perdoa o cinismo e a desfaçatez.
Em 2014 alertei Beto Richa que havia maracutaia na montagem da PPP da rodovia 323 capitaneada pela Odebrecht, não ouviu, foi em frente, deu no que deu, entrou para a LISTA DE JANOT.
Deixo aqui o registro que, mais uma vez se trama dentro do palácio maracutaias em órgãos públicos na intenção de criarem dificuldades para venderem facilidades à fornecedores do estado. Modus operandi idêntico aos praticados na receita estadual revelados na operação Publicano. Qualquer semelhança também, pode ser mera coincidência!!! Não acham?
Torno isso público hoje para que o governador Beto Richa não alegue à frente desconhecimento, visto eu ter lhe alertado durante muito tempo que fiscais da receita estavam praticando extorsão em várias empresas de conhecidos e amigos nossos, nada fez, deu no que deu, foi indiciado junto com Luis Abi na PUBLICANO. Firmo aqui o compromisso de tornar público cada movimento que chegar ao meu conhecimento destes desmandos praticados por agentes públicos, pois muitos empresários passando pela crise que assola o país, temem denunciarem e serem massacrados pelo poder do estado. Encontrarão em mim uma voz que não se curva nem teme esse poder. Beto Richa, QUEM NÃO TEM VISÃO BATE A CARA CONTRA O MURO.

TONY GARCIA

25 DE MARÇO DE 2017

9/11/2004

Segundo um agente da polícia, o ex-
deputado teria tentado fugir, saltando
da sacada do prédio onde mora.

A Polícia Federal prendeu hoje, preventivamente, o empresário e ex-deputado estadual do Paraná Antonio Celso Garcia, conhecido como Tony Garcia, sob acusação, entre outros crimes, de gestão fraudulenta do Consórcio Garibaldi e desvio de recursos que estão em sua posse para proveito próprio. O consórcio foi liquidado em 1994 e, de acordo com as acusações do Ministério Público Federal (MPF), deixou prejuízo de R$ 40,1 milhões para cerca de 3 mil consorciados. Um dos advogados que defendem o ex-deputado viajou a Porto Alegre para protocolar pedido de habeas-corpus no Tribunal Regional Federal.

Segundo o MPF, a medida foi tomada para “garantia da instrução criminal da ação penal”, que tramita na 2ª Vara Federal de Curitiba, especializada em crimes contra o sistema financeiro. Ainda de acordo com a denúncia, além de ser o responsável por fraudes no consórcio, foi o beneficiário desviando recursos em favor da Baltimore S/A, empresa que seria administrada por ele.

De acordo com o Ministério Público, Garcia utilizava um programa de computador que permitia lançamentos com data retroativa. Dessa forma ele isentava alguns participantes do pagamento dos encargos decorrentes da mora. Além disso, teria determinado centenas de ajustes contábeis, mediante a troca simulada do bem objeto do consórcio por outros de maior valor, o que camuflaria o déficit.

Tony Garcia foi preso em um bosque nos fundos de sua casa e levado algemado para a sede da PF. Segundo o advogado Carlos Alberto Farracha Castro, ele não estava tentando fugir, mas assustou-se quando pensando que seria seqüestrado. “Estão fazendo um pouco de folclore em cima disso”, afirmou. “Ele tem lugar fixo, tem família, está à disposição do juízo, sempre prestou declaração, não existia sentença e, da noite para o dia, chegam arrombando a porta. É claro que fica surpreso.” O ex-deputado sempre negou ter administrado ou controlado o Consórcio Garibaldi, que funcionou por cinco anos e foi liquidado em 1994. Ontem, ao chegar à PF, ele disse apenas não saber porque estava sendo preso. “Não tenho nem idéia da acusação”, afirmou. A polícia apreendeu vários computadores e dezenas de caixas com documentos.

9 ideias sobre “O ataque de Tony Garcia a Beto Richa e o passado que condena

  1. Saiu

    Tony Garcia jogava sinuca (esnuque ou snooker) com o ex amigo Richa.
    Lembra o post (postagem) do irmão da mulher de Richa, o Cunhado.
    Que mandou bala no primo distante de Beto Richa e partiu para o confronto no facebook até ser aconselhado a tirar por um amigo da mãe dele, dona Didi.
    Tem algo estranho neste primo distante?

  2. Saiu

    “Avelino Vieira | 09 nov 2015
    gostaria que corrigisse seu titulo, meu comentário não tem nada a ver com crise no casamento.”
    Olha:
    “Em comentário à nova postagem de Tony Garcia sobre a carta aberta a Beto Richa, o cunhado do governador, Avelino Antonio Vieira Neto escreve: “ Concordo integralmente contigo Tony, mas a transformação do casal já atingiu níveis impossíveis para voltarem a serem o que um dia foram. Lamento Muito. “Os olhos não servem de nada para um Cérebro Cego”, proverbio Arabe”.
    O irmão de Fernanda já havia postado no Face o seu desapontamento com a presença de Luiz Abi Antoun ao lado de Beto Richa. Para Avelino, Abi é o verdadeiro governador do estado.”

    …..

    http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/certas-palavras/tony-garcia-desabafa-em-carta-a-beto-richa/

  3. Jorge Armado

    O ilustre presidente da Alep, impoluto deputado Traiano, deveria apresentar e aprovar uma lei que estabelecesse a pena de forca e esquartejamento a todo energúmeno que ousasse duvidar da honestidade do governador Beto Richa, o melhor da história.Nós, paranaenses, não toleramos injúrias e injustiças. Aqui se cumpre a lei.

  4. jose

    Se tinha a maracutaia porque ele não denunciou ao MPF?
    Se sabia e não denunciou por conveniência é tão criminoso quanto quem fez a maracutaia.
    Ou será que só estava p… da vida porque ficou de fora da maracutaia?
    Ou será que o velho toni garcia quer ser um novo joão dória???
    Sem chance em nenhum caso, o máximo que ele consegue é ser o velho toni garcia de sempre, aquele cara daquele consórcio…

  5. Fausto Thomaz

    Os anos passam e os Vieiras não mudam….típica briguinha boba e comentários ainda mais bobos do maior playboizinho de Guaratuba, pelo jeito não herdou nada do velho Vieira.

  6. Tayco

    Até as moscas que rodam em cima desta …. sabem que o Toni tem munição de alto calibre para detonar o ex amigo.
    Só tem um detalhe. Se abrir o bico vai junto para o buraco.
    O alvejado sabe disso. A nota publicada ontem e até agora nem um pio dele ou de qualquer um que o defenda.
    Todos sabem das coisas que aconteciam nos tempos passados e se vazar um pouquinho dessa merda no ventilador, será um debacle geral.

  7. Fufico

    Tony Garibaldo.
    O velho garibaldo da vila sésamo do Ecoville, aquele da casa de bonecas com voz de eunuco.
    O garibaldino antoni, que de preslei virou homem de negócios, cuidadoso em seu bronzeamento artificial, louco pelas possuidas em cima dos outros, agora dá a falar o que acha que sabe.
    Vai no Ministério Público Federal e faz um implante de voz, antoni garibaldo.

    http://images.uncyc.org/commons/2/2b/Kukator2.jpg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>