16:16Nepotismo

Do enviado especial

Sob o título “Reflexões e repercussões legais sobre as nomeações nos cargos em comissão no Brasil” o bacharelando em Direito Deocar Antunes de Lima chamou a atenção da banca julgadora do curso da Universidade Tuiti pelas análises que fez. Algumas pérolas:

Nepotismo Oculto – Acontece em troca de favores políticos, o filho ou parente mais próximo de quem ajudou o político acaba sendo nomeado em um cargo comissionado. Pode acontecer uma nomeação como forma de viabilizar o julgamento favorável de determinada licitação. A partilha do salário, conhecida como “rachide”, ocorre quando a autoridade nomeia em troca de o comissionado partilhar o salário com o padrinho.

Outras trocas possíveis – Os favorecimentos podem ser de diversas espécies, tais como sexuais, financeiros, eleitorais e comerciais, especialmente quando se está diante da questão da licitação pública. Tudo na utilização do cargo em comissão como moeda de troca de favores.

Um dos orientadores disse que, num assunto onde ninguém escreve nada a respeito, a realidade escapa pelos dedos – mas o acadêmico expôs com maestria essa realidade perversa da administração pública brasileira. Por isso foi aprovado com nota 10 (dez).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>