10:30NÃO ENCHAM O SACO!

por Rogério Distéfano

O PT e sua mania de fazer as coisas pela metade. Vejam o caso de Michel Temer. O partido insiste que ele não tem legitimidade para suceder Dilma via impeachment. “Não teve votos”, diz ela. “Deve se candidatar, pedir votos e ser eleito”, reforça Lula. E nós, vítimas inocentes de barbaridades políticas e administrativas, temos que sofrer com as barbaridades do discurso dos maus perdedores.

DANE-se a evidência de que Temer foi eleito na mesma chapa, teve seu nome junto na urna eletrônica e os votos de Dilma também valiam para ele e vice-versa. Às favas o óbvio estridente e uivante de que Temer trouxe o PMDB, com quem vieram votos para Dilma, que não se elegeu apenas com os votos petistas. E exploda-se a Constituição, que exige chapa completa, presidente e vice, para o caso de o presidente faltar por um dos motivos previstos na própria Constituição.

ONDE ESTÁ o fazer pela metade? No não incluir a supressão do vice-presidente nas próximas eleições. PT/Dilma querem novas eleições apenas e tão-somente para deletar a eleição de Temer na caçamba de Dilma. Só agora, para o segundo mandato que acaba na penumbra da inoperância da presidente. Nas eleições futuras pode ter candidato a vice. Desde que, na metade do segundo mandato em que tiver sido eleito no cangote do cabeça de chapa, não invente de se aliar a ‘golpistas’ que tentam o impeachment.

NÃO HÁ adjetivos suficientes para qualificar a argumentação peto-dílmica: ridícula, infantil, grosseira, torta, falsa, patética. De tão pobre que sequer merece o título de sofisma. Lembra a criança rica que brinca com a criança pobre; a rica, dona dos brinquedos, quer sempre ganhar, e se isso não acontece, acaba com a brincadeira levando embora os brinquedos. Aceita-se e compreende-se a revolta contra Temer e seus ‘golpistas’. Mas, por favor, não insultem a nossa inteligência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>