7:51Na véspera do já era

Hoje haverá manifestação de protesto contra a Reforma Trabalhista. Ele entra em vigor amanhã. Os sindicatos ficaram divididos quanto a participação. A maioria promete comparecer ao ato, às 11h, na Boca Maldita. Se alguém for lá verificar, vai encontrar os diretores das entidades. Enquanto isso, a ninguenzada trabalha para garantir o emprego e a sobrevivência. Os funcionários públicos não têm este problema, porque o pé na bunda é quase impossível. A reforma atende ao patronato, que se aproveita da esbórnia do país, que vem desde os governos anteriores, e usou o mote forte da retomada da crescimento para ditar as novas normas, sempre à custa do lombo dos de sempre. Quem está desempregado olha tudo isso e pensa: “Só não quero penar mais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>