12:11Morre o procurador do MPC Elizeu de Moraes Corrêa

O Tribunal de Contas do Paraná informa:

Elizeu Corrêa ingressou no Ministério Público de Contas em 1993 e ocupou duas vezes o cargo de procurador-geral. Ele estava com 58 anos e foi vítima de infarto 

Morreu no final da tarde de quinta-feira (30/11) o procurador do Tribunal de Contas do Paraná Elizeu de Moraes Corrêa. Membro do Ministério Público de Contas desde 1993, tinha 58 anos. Acometido de uma gripe forte seguida de pneumonia, foi internado na última sexta-feira e, com o quadro agravado, foi transferido para uma UTI na segunda-feira. Ontem, 30 de novembro, sofreu um ataque cardíaco e não resistiu.

Elizeu de Moraes Corrêa, curitibano, era formado em Direito e mestre na área pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Especialista em Gestão Pública pela École Nationale d’Administration (Paris/França), foi procurador jurídico do Instituto de Terras, Cartografia e Florestas (ITCF) e diretor jurídico do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Na área acadêmica, foi professor de Direito Constitucional da UFPR, das Faculdades Curitiba e da Universidade Tuiuti do Paraná. Também lecionou, a convite, em cursos de pós-graduação. Elizeu Corrêa ocupou a Procuradoria-Geral do MPC nos biênios 2008/2010 e 2012/2014.

O Ministério Público de Contas suspendeu o expediente nesta sexta-feira, em luto pela morte do procurador. O também procurador do MPC e amigo, Gabriel Léger, lamentou a perda do colega. “Triste demais é a noticia da partida do amigo Elizeu de Moraes Corrêa, companheiro de trabalho por 19 anos. Foi meu Professor na Faculdade de Direito de Curitiba; eu no décimo período, ele debutando no magistério. Constitucionalista, ambientalista, roqueiro e, acima de tudo, amigo de todas as horas, daqueles que se podia pedir favor a qualquer tempo, sem nunca ouvir um não. Quando ingressei no Ministério Público de Contas do Paraná, me recebeu de braços abertos e, generoso, sempre esteve aberto ao diálogo, à reflexão e ao contraponto. Filho, irmão, esposo e pai amoroso. Farás muita falta, meu querido amigo. Que Deus o receba em sua morada, amigo! ”.

O corpo do procurador está sendo velado na 1ª Igreja Batista de Curitiba - R. Bento Viana, 1.200 – Batel. Haverá culto em sua memória às 14h e às 15h. Em seguida, o corpo seguirá para o Cemitério Parque Iguaçu - R. Nicolau José Gravina, 292 – Cascatinha -, onde será sepultado às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>