16:27Ministro elogia sistema de medicina de Cuba e critica modelo “perverso” do Brasil

Do blog Boca Santa

Acredite: o ministro da Saúde, Ricardo Barros, elogiou o sistema de Cuba para formação de médicos. Foi sexta-feira, durante visita a Campo Mourão. Disse que o curso cubano de medicina dura  seis anos, com mais dois de residência, “igual aqui”. “A diferença é que lá o médico trabalha para evitar que o paciente fique doente”, destacou. “Eles aprendem desde o primeiro ano a trabalhar a prevenção”, completou a vice-governadora Cida Borghetti.

Ricardo Barros disse que a saúde brasileira segue um “modelo perverso”. Segundo ele, o sistema privilegia a doença e não a saúde. “O  sistema vive de faturar a doença e não de previni-la”, explicou. Ele pediu que o público imaginasse que a população ficasse um mês sem nenhuma doença. “Será muito bom, né? Mas todos os hospitais quebrariam”. Barros esteve em Campo Mourão para anunciar recursos para a Santa Casa e para o Cis-Comcam.

Uma ideia sobre “Ministro elogia sistema de medicina de Cuba e critica modelo “perverso” do Brasil

  1. Sergio Silvestre

    Isso é para a cambada do jaleco branco esse chute nos traseiros dos médicos daqui que já se formam pensando em comprar uma fazenda para com isso sonegar impostos,e ouvi de um médico amigo numa pescaria que uma grande maioria não cura a doença quando o paciente tem como pagar ele o vai tratando,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>