7:32Ministro da Saúde usa agenda oficial para fazer campanha no Paraná

Da Folha de S.Paulo

O ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), fez promessas em atos de candidatos a prefeito no Paraná e participou de eventos eleitorais em dias de agenda oficial.

A resolução em vigor da Comissão de Ética Pública da Presidência proíbe aos ministros fazer promessa cujo cumprimento dependa do cargo, prejudicar o exercício de suas funções e recorrer a evento oficial para viajar com propósito eleitoral.

Em visita à cidade de Colorado (PR) no último final de semana, Barros afirmou que o presidente Michel Temer havia pedido “para não fazer campanha” durante o processo de impeachment, de modo a não “incomodar os senadores”, mas a situação mudou, segundo o ministro, na reta final das eleições.

“Mas agora [Temer] liberou a gente e eu vim correndo para falar com vocês”, disse Barros, em vídeo publicado por um candidato em rede social.

A agenda oficial do ministro na sexta (23) anunciou apenas uma visita a um hospital em Apucarana(PR).

Postagens, vídeos e fotografias publicados na internet mostram a presença dele em eventos eleitorais que não foram divulgados no site do Ministério da Saúde.

O dia começou em Floraí ao lado da candidata a vice-prefeita Edna Contin (PP).

Em uma foto, quando a dupla entra em uma farmácia para pedir votos, o relógio no braço de Edna registra 8h55.

Em seguida, Barros participou de outra caminhada, na vizinha Mandaguaçu, ao lado do candidato Dr. Gargantini (PSDB).

Em entrevista à Folha, Gargantini disse que o ato começou “por volta das 9h” e durou entre uma e duas horas.

Os próximos compromissos do ministro do governo Temer foram nas campanhas dos candidatos Volpato (PSDB), em Sarandi, e Martini (PP), em Marialva.

À tarde, Barros compareceu ao comitê de Ivonéia Furtado (PPS), candidata em Mandaguari. Em vídeo, ele disse que estava “a caminho” de evento oficial.

Já em Apucarana, local de agenda oficial do ministro, Barros foi recebido por Beto Preto (PSD), candidato à reeleição. Em texto distribuído à imprensa, a assessoria do prefeito informou que “mais uma reivindicação do prefeito Beto Preto foi atendida por Barros, que anunciou um aporte de recursos na casa de R$ 1,69 milhão por ano para o hospital” da cidade.

O ministro encerrou o dia com novo compromisso eleitoral. Às 18h, conforme registra imagem do relógio do candidato de Sabáudia, Almir Batista (PDT), ele participou de caminhada e fez discurso.

As cidades ficam na região de Maringá, reduto eleitoral de Barros e onde seu irmão, Silvio (PP), concorre à prefeitura.

Na quinta-feira (22) e nesta segunda (26), também se valendo de compromissos em agenda oficial para permanecer no Paraná, o ministro participou de campanha nas cidades de Colombo, Cianorte e São José dos Pinhais, entre outras.

PROMESSAS

De acordo com gravações feitas por campanhas de aliados, Barros prometeu construir um hospital em Marialva, em evento no dia 23 com o candidato Victor Martini (PP); transformar em referência o hospital de Foz do Iguaçu, em peça do candidato Chico Brasileiro (PSD); e levar mais recursos, “como ministro, com mais facilidade”, para Peabiru, ao lado de Wilson Carvalho (PP). As datas das duas últimas gravações não são informadas nos vídeos.

Indagado em vídeo sobre o hospital em Foz, o ministro respondeu: “Pode contar, Chico, com nossa articulação, nosso apoio. [...]Foz do Iguaçu está enquadrada no nosso objetivo e vamos trabalhar juntos. [...] Tamos juntos”.

Em Marialva, o candidato a prefeito disse que queria “firmar o compromisso” com o ministro para um novo hospital. Barros concordou, no que foi muito aplaudido pela plateia. Apoiadores do candidato repercutiram o “compromisso” de Barros para um novo hospital.

2 ideias sobre “Ministro da Saúde usa agenda oficial para fazer campanha no Paraná

  1. Zé Povinho

    Não nos esqueçamos que este cara pertence ao partido do Maluf, ou seja, era da base “aliada” da infeliz, para ele a ficha ainda não caiu, vai cair quando ele cair também.

  2. Jorge Armado

    Um homem honrado. Como todos os políticos paranaenses. Um exemplo a ser seguido. Ele, Beto, Belinatti e tantos outros são a prova da superioridade política do nosso estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>