20:10Meia hora de cemitério

Do descobridor do Cabral: 

Já que dão dá para passar a vida sorrindo, meia hora no cemitério pode compensar. Um bom lenitivo. Hoje, um freqüentador do Z contava as boas risadas que deu no Cemitério da Água Verde, no meio da semana. Primeiro, o aviso afixado na entrada da administração, sobre algumas normas e posturas municipais. Título: “Orientação aos usuários de túmulos”. Um tanto sibilino, não?
Depois, em meio a sepulturas, alguém atende no celular:
- Tudo bem?
Ouve alguma coisa e prossegue:
- Eu? Eu estou muito bem, ótimo. Onde? Ah, estou aqui no Água Verde…
E, na saideira (do cemitério), nosso herói encontra com um velho amigo, que não encontrava há muitos anos:
- Você por aqui? Residente ou está só de passagem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>