12:10MANÉ GALO

- Os melhores jornalistas que conheci na imprensa paranaense estão fora. Uns morreram, outros foram despedidos das empresas onde é proibido ter talento. Onde cresce a mediocridade, diminui a criatividade. Celso Nascimento, e tantos outros que já seguiram pelo mesmo caminho aberto por chefes para quem ser talentoso e criativo é ofensa pessoal, formam uma equipe de elite de profissionais dispensados – talvez por serem bons demais. 

Muitos órgãos de imprensa vem alertando as autoridades para os problemas da péssima qualidade da saúde pública e a proliferação de mosquitos transmissores de doenças graves. O que eles ainda não fizeram com o mesmo entusiasmo foi iniciar um combate efetivo contra a mediocridade que assola o país – e não poupa nem a imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>