8:14Lista de extradição

Da coluna de Leandro Mazzini, no jornal O Sul

Além do italiano Cesare Battisti, ex-ativista acusado de terrorismo na Itália e exilado no Brasil, o governo de Jair Bolsonaro já tem outros dois nomes na lista de extradição após a posse em janeiro.

Os paraguaios Juan Arrom e Anuncio Martí, acusados de sequestro, receberam do governo brasileiro, em 2003, o status de refugiados e, desde então, não podem ser extraditados. Ontem, o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, pediu a Bolsonaro, por meio do Twitter, a extradição da dupla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>